Publicidade

Estado de Minas

Justiça nega mais três pedidos de habeas corpus para envolvidos


postado em 28/07/2010 13:35 / atualizado em 28/07/2010 14:03

A Justiça negou mais três habeas corpus para envolvidos no desaparecimento e morte de Eliza Samudio. O desembargador Júlio Cezar Gutierrez, da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), indeferiu o pedido de liberdade, solicitados pelo advogado Ércio Quaresma, em favor de Flávio Caetano de Araújo, Wemerson Marques de Souza, o Coxinha, e Elenilson Vitor da Silva. As solicitações entraram no tribunal nessa segunda-feira.

O advogado alegou que a prisões temporárias dos clientes “constituem inaceitável constrangimento legal”. Mas, o desembargador entendeu que não constavam no processo elementos suficientes para a concessão do habeas corpus.

Pedidos sem limites

O TJMG informou que recebeu 18 pedidos de habeas corpus em favor do goleiro Bruno. Outro pedido foi recebido no 1º Tribunal do Júri de Contagem, mas como o documento não apresentava assinatura digital, foi arquivado. Os desembargadores Doorgal Andrada e Júlio Cezar Gutierrez, ambos da 4ª Câmara Criminal do TJMG, já julgaram 14 pedidos, todos foram negados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade