Publicidade

Estado de Minas

Bolsa de Nova York faz um minuto de silêncio pelo 11/9


postado em 09/09/2011 12:19 / atualizado em 09/09/2011 12:30

(foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)
(foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP)


A Bolsa de Nova York observou um minuto de silêncio nesta sexta-feira na presença da secretária de Estado Hillary Clinton para recordar os ataques de 11 de setembro, que, em 2001, ocasionaram a paralisação de suas atividades por cerca de uma semana.

Os operadores presentes na sessão do New York Stock Exchange (NYSE), os diretores da bolsa e os jornalistas prestaram homenagem às vítimas cinco minutos antes da abertura do pregão.

A campainha que tradicionalmente marca a abertura das operações soou na presença de Hillary, que, na época dos fatos, era senadora pelo Estado de Nova York. A chanceler estava acompanhada pelo ex-prefeito da cidade, Rudolph Giuliani, assim como por policiais, bombeiros e reguladores financeiros que atuavam na ocasião do 11/9.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade