Publicidade

Estado de Minas Futuro

Cassinos virtuais: tecnologia abre futuro digital para jogos de apostas

Utilização da realidade virtual, criptomoedas e aplicativos para smartphones estão mudando um mercado que cresce cada vez mais


18/08/2021 18:05

(foto: Unsplash)
(foto: Unsplash)

As apostas são uma realidade no mundo inteiro. Enquanto alguns países ainda tentam fortalecer marcos regulatórios para atrair empresas e adeptos da modalidade, como o Brasil, outras nações aproveitam um momento cada vez mais lucrativo, como Estados Unidos e Inglaterra. E vários fatores têm impactado isso.

Um estudo da Business Review divulgado no início deste ano mostra que 26% da população mundial, cerca de 1,6 bilhão de pessoas, fazem apostas regularmente. O relatório diz ainda que 4,2 bilhões de pessoas fazem uma aposta ao menos uma vez por ano. 

Em meio à pandemia causada pelo coronavírus, quando as medidas restritivas impediram a circulação de pessoas, muitos apostadores, impedidos de frequentar cassinos, migraram suas apostas para o mundo digital. E encontraram um ambiente tecnológico, que se atualiza cotidianamente, com inovações que têm transformado o ato de apostar. A busca é não só por jogos de bingo online a dinheiro, mas também rodadas de pôquer, blackjack, roleta, entre outras modalidades tradicionais. 

Presença de smartphones


Parte dessas mudanças, é claro, tem a ver com a presença massiva de celulares em todos os cantos do planeta. Uma pesquisa da empresa Mobility Report mostrou que existem cerca de 6 bilhões de celulares ativos no mundo. Até 2026, esse número deve crescer 28%, subindo o número de smartphones para 7,7 bilhões no planeta terra. 

Conforme a tecnologia se desenvolve e os smartphones se tornam mais sofisticados, as possibilidades de jogos online tornam-se cada vez mais interessantes e promissoras. Isso também significa que, como sempre fez no passado, o jogo online vai mudar e se adaptar às novas tecnologias para se manter atualizado.

Uma das mudanças recentes que têm agitado o mercado de apostas online é o uso das criptomoedas. Apesar de ser algo novo para a maioria das pessoas, que não entendem como o dinheiro digital funciona na prática, sua rápida disseminação mostra que isso deve mudar em breve e alcançar um número cada vez maior de usuários. 

Boa parte da aceitação ao uso das criptomoedas está no fato de que essa modalidade ajuda a não deixar rastros na internet, como dados de cartão de crédito e contas bancárias. Além disso, os pagamentos são feitos mais rapidamente, em questão de minutos, sem a necessidade de intermediários, como bancos e demais instituições financeiras. 

Utilização da realidade virtual


Algo que também tem chamado a atenção é a utilização da Realidade Virtual e Realidade Aumentada, que já estão em plena utilização nos cassinos online com maior estrutura. São plataformas que disponibilizam crupiês ao vivo e levam o apostador a uma sensação muito próxima da realidade. É como se o usuário estivesse realmente em um cassino em Las Vegas ou Macau, dada a realidade dos gráficos. 

Na mesma esteira, a introdução dos dealers ao vivo é outra boa novidade capacitada pela tecnologia. Com croupiers ao vivo, tudo o que uma pessoa precisa de um cassino tradicional está à disposição no smartphone ou na tela do computador, além de garantir uma interação que já se mostrou satisfatória, sobretudo para apostadores mais antigos, acostumados a esse tipo de modalidade. 

Outra boa novidade são os smartwatches. A introdução desse tipo de tecnologia nesses aparelhos ainda não é tão fácil, mas a intenção é que isso seja facilitado num futuro próximo. Isso porque, muitas pessoas gostam de apostar quando estão em deslocamento ou não têm acesso a um computador ou celular. Seria uma forma a mais de apostar e ampliar o público capaz de aderir à prática. 

A combinação de tantos fatores, entre novas plataformas, aplicativos e tecnologias no mundo dos jogos de azar online mostram que esse setor não deve parar de crescer, ampliando cada vez mais o número de apostadores, entre jovens e adultos. É importante que países que ainda engatinham nesse mercado, como o Brasil, possam se atualizar para buscar oportunidades de negócios, aquecendo a economia e gerando empregos. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade