Publicidade

Estado de Minas Agropecuária

Valor da Produção Agropecuária 2020 salta para R$ 806,6 bilhões

O faturamento das lavouras aumentou 15%, atingindo R$ 543 bilhões e a pecuária, 4,9% alcançando R$ 263,6 bilhões


26/10/2020 14:07

(foto: Divulgação/Ministério da Agricultura e Pecuária)
(foto: Divulgação/Ministério da Agricultura e Pecuária)

 
As atualizações do levantamento da produção e dos preços dos produtos agropecuários pesquisados em setembro apresentaram novos resultados em relação ao Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) de 2020. Agora esse o número percentual é 11,5% superior ao de 2019. Ou seja, um avanço de de R$ 723,4 bilhões para R$ 806,6 bilhões.

O VBP é responsável por apresentar a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano. Além disso, corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento. O cálculo é feito com base na produção da safra agrícola e da pecuária e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do país.

De acordo com o coordenador-geral de Avaliação de Política e Informação da Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Garcia Gasques, esse indicador aumentou em R$ 100 bilhões em cinco anos. “Sem dúvida, esses resultados trouxeram um aumento considerável da renda nas principais regiões do interior do país. O faturamento das lavouras aumentou 15%, atingindo R$ 543 bilhões e a pecuária, 4,9% alcançando R$ 263,6 bilhões”, avalia.

Vale dizer que a soja, bovinos, milho e café foram os principais responsáveis por esses resultados da agropecuária. Sendo assim, as lavouras dessas culturas devem ser impactadas nos próximos meses. Afinal, é possível que o produtor rural queira investir em sua própria produção, com o incremento de novos tipos de máquinas agrícolas e mão de obra qualificada.

Além desses produtos, outras lavouras também registraram bom desempenho neste ano, como o amendoim (28,5%), arroz (26,2%), cacau (18,7%), café (42,1%), feijão (13,4%), mamona (29,6 %), milho (16%), soja (30,3%), trigo (58%). Ou seja, o produtor do campo com esses cultivos também pode começar a pesquisar uma forma de investir em seu próprio negócio. Seja na busca por um trator usado a venda ou na forma capacitação pessoa,com cursos e palestras.

O fato é que, de acordo com a pesquisa elaborada pela SPA, os preços agrícolas estão passando por uma onda favorável em 2020. “Além dos preços, a safra recorde de grãos e o comércio internacional favorável compõem um cenário de bons resultados financeiros”, salienta Gasques. Para facilitar o entendimento, o coordenador do estudo cita os acréscimos de preços para os principais produtos como a banana (17,6% de aumento real em relação a 2019), café arábica (15,8%), feijão (17,4%), milho (16,2%), soja (21,8%), trigo (21%), bovinos (16,4%) e suínos (10,5%).

A pesquisa ainda traz os resultados de milho e soja, elementos que permitiram forte recuperação à região do Matopiba, - área que compreende o bioma Cerrado dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia - que no ano passado foi bastante afetada pela seca em alguns locais. Se comparado o período entre 2019 e este ano, é possível observar um forte incremento do VBP dessa região.

Compondo o Top 3 dos estados que puxam os valores da produção agropecuária brasileira estão Mato Grosso (R$ 145,8 bilhões), Paraná (R$ 103,2 bilhões) e São Paulo (R$ 97,6 bilhões).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade