Publicidade

Estado de Minas Investimento

Equipe de eSports de David Beckham quer entrar na Bolsa de Valores

Empresa Guild Esports será primeira no Reino Unido a oferecer aos fãs a chance de investir dinheiro em suas equipes


17/09/2020 17:34 - atualizado 17/09/2020 18:36

(foto: NetBet/Reprodução)
(foto: NetBet/Reprodução)

A Guild Esports, sediada no Reino Unido, está se preparando para uma oferta pública inicial (IPO) na Bolsa de Valores de Londres (LSE) para apoiar sua futura expansão no mundo dos jogos competitivos. A startup está buscando levantar 20 milhões de libras esterlinas (US$ 25,7 milhões) da IPO, de acordo com o Financial Times, que acrescentou que cerca de 40% das ações da empresa serão disponibilizadas.

A empresa, que conta com o astro David Beckham no seu quadro de investidores, planeja colocar equipes em jogos online globais Fortnite, CS:GO, Rocket League e FIFA. A empresa usará o dinheiro arrecadado para expandir os negócios, incluindo o recrutamento de novos jogadores. O objetivo é construir times competitivos nos moldes dos clubes de futebol da Premier League (Campeonato Inglês).

O relatório divulgado recentemente pela Financial Times acrescentou que a Guild visa uma valorização de 50 milhões de libras esterlinas (US$ 64,3 milhões). A recente chegada do ex-atleta do Manchester United e do Real Madrid no time de investidores causou um impacto muito positivo internamente. A Guild planeja utilizar a imagem internacional de Beckham e sua influência para ajudar a fortalecer a marca e seus negócios.

eSports


Os eSports, ou esportes eletrônicos, são competições de jogos de videogame de nível profissional disputados individualmente ou em grupo através da internet ou em computadores ligados em rede. O setor se profissionalizou nos últimos anos e muitos jogadores no mundo vivem agora dessa atividade.


(foto: NetBet/Reprodução)
(foto: NetBet/Reprodução)

As oportunidades de mercado são infinitas dentro do segmento dos eSports, incluindo um leque farto de possibilidade em apostas online, onde empresas como a NetBet (famosa por apostas esportivas e outros jogos como a roleta) adentraram nesse campo patrocinando times de diversas localidades no mundo. Um dos fatores que mais chama a atenção, no entanto, é a audiência, que alcança números que nem mesmo os esportes tradicionais conseguem. A final de League of Legends - um dos torneios mais conhecidos do mundo - registrou a incrível marca de 99,6 milhões de espectadores.

No ano passado, o número de pessoas que assistiram os campeonatos de jogos eletrônicos foi de 453,8 milhões, um aumento de 16,3% em um ano, de acordo com a Global Esports Market Report. A Newzoo, que é uma agência global de marketing especializada na modalidade, aponta que o público global deve superar, em 2020, a marca de 450 milhões, alcançada no ano passado. 

Arenas próprias de eSports já estão em construção, como o espaço da Full Sail University, na Florida (EUA) e o estádio da LCK Esports Stadium, da Riot Games em Seul (Coréia do Sul). O Real Madrid, por sua vez, planeja criar um espaço dedicado aos eSports em seu estádio, o Santiago Bernabéu. Anos atrás, o Allianz Parque, em São Paulo, recebeu o campeonato brasileiro de League of Legends. A tendência é que o número de eventos em estádios de futebol deve aumentar.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade