Publicidade

Estado de Minas

Defensoria Pública do DF lança edital de concurso com 60 vagas para analistas

Chances de nível superior com remuneração inicial de R$ 5,2 mil


21/07/2020 08:03

Sede da DPDF (foto: Divulgação/DPDF )
Sede da DPDF (foto: Divulgação/DPDF )
O novo edital de abertura do concurso da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) foi finalmente lançado no Diário Oficial local (DPDF)! Sob a organização do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), a seleção, lançada nesta terça-feira (21/7), oferta 60 vagas no cargo de analista de apoio à assistência judiciária da carreira de Apoio à Assistência Judiciária do Distrito Federal. 


Distribuição de vagas 

Há chances nas áreas de direito e legislação, para formados em direito; administração; arquivologia; arquitetura; comunicação social, para formados em jornalismo; contabilidade; economia. Engenharia civil; informática (banco de dados, redes desenvolvimento de sistemas); psicologia e serviço social. Veja a distribuição:  
  • Direito: 30 vagas (18 para ampla concorrência, 6 para PCD e 6 para negros) 
  • Administração: 8 vagas (5 para ampla concorrência, 1 para PCD e 2 para negros) 
  • Arquivologia: 1 vaga para ampla concorrência 
  • Arquitetura: 2 vagas para ampla concorrência 
  • Jornalismo: 1 vaga para ampla concorrência 
  • Contabilidade: 5 vagas (3 para ampla concorrência, 1 para PCD e 1 para negros) 
  • Economia: 1 vaga para ampla concorrência 
  • Engenharia civil: 2 vagas para ampla concorrência 
  • Banco de dados: 1 vaga para ampla concorrência 
  • Desenvolvimento de sistemas: 2 vagas para ampla concorrência 
  • Redes: 3 vagas para ampla concorrência 
  • Psicologia: 2 vagas para ampla concorrência 
  • Serviço Social: 2 vagas para ampla concorrência 

A remuneração inicial é de R$ 5.241,22, correspondente a vencimento básico acrescido das vantagens, para 35 horas semanais, distribuídas em sete horas diárias, cumpridas ininterruptamente. 

Etapas de seleção

O concurso será composto por provas objetivas e discursivas (em 8 de novembro) e avaliação de títulos. 

As provas objetivas serão compostas por 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos (português, conhecimentos sobre o DF e legislação) e 70 de conhecimentos específicos. As provas objetivas terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas no turno da manhã e as discursivas à tarde. 

A nota em cada item das provas objetivas, feita com base nas marcações da folha de respostas, será igual a: 50 ÷ (50 ? n1) ponto (para a prova de conhecimentos básicos) e 70 ÷ (70 ? n2) ponto (para a prova de conhecimentos especializados), caso a resposta do candidato esteja em concordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 50 ÷ (50 ? n1) ponto negativo (para a prova de conhecimentos básicos) e 70 ÷ (70 ? n2) ponto negativo (para a prova de conhecimentos especializados), caso a resposta do candidato esteja em discordância com o gabarito oficial definitivo das provas; 0,00, caso não haja marcação ou haja marcação dupla (C e E). Nesse contexto, n1 e n2 representam, respectivamente, o número de itens da prova objetiva de conhecimentos básicos e o número de itens da prova objetiva de conhecimentos especializados anulados. 

Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que obtiver nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos básicos P1; obtiver nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de conhecimentos especializados P2; obtiver nota inferior a 36,00 pontos no conjunto das provas objetivas. 

A prova discursiva valerá 50 pontos e consistirá da redação de uma dissertação acerca de tema de atualidade, a ser respondida em até 30 linhas, com o valor de 20,00 pontos; e três questões a respeito dos objetos de avaliação de conhecimentos especializados de cada cargo/área/especialidade, a serem respondidas em até 20 linhas cada, com o valor de 10,00 pontos cada – totalizando 30,00 pontos. 

A avaliação de títulos valerá 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a esse valor.

A nota em cada prova objetiva será igual à soma das notas obtidas em todos os itens que a compõem. 

Inscreva-se!

As inscrições poderão ser feitas pelo site www.cebraspe.org.br, de 15 de setembro a 5 de outubro. A taxa custa R$ 101,87. O edital reserva 20% das vagas a pessoas com deficiência e 20% a candidatos negros. 

Haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição somente para os candidatos amparados pela Lei nº 4.949/2012, pela Lei nº 5.818/2017, pela Lei nº 5.968/2017, ou pela Lei nº 6.314/2019. 

Para os candidatos que não dispuserem de acesso à internet, o Cebraspe disponibilizará locais com acesso à internet, na Central de Atendimento ao Candidato do Cebraspe, localizada na Universidade de Brasília (UnB) – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cebraspe – Asa Norte, Brasília/DF. 

edital de abertura pode ser conferido a partir da página 68. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade