Publicidade

Estado de Minas

Até R$ 6,6 mil: Conselho de Arquitetura do Amapá abre novo concurso

As chances serão para cargos de nível médio e superior, com lotação para a cidade de Macapá


postado em 20/02/2020 10:57

(foto: Divulgação/CAU/AP)
(foto: Divulgação/CAU/AP)
O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amapá (CAU/AP) tornou público o edital do concurso público com 18 vagas sendo 10 para o cargo de assistente administrativo e oito para agente de fiscalização. Os candidatos exercerão jornadas de trabalho de 30 horas semanais. O certame está sendo realizado pelo Instituto Quadrix.

A remuneração irá variar entre R$ 2.198,17 e R$ 6.612,77, além dos benefícios de vale alimentação no valor de R$ 513,85 (por mês), auxílio saúde indenizatório de R$ 250,85 (por mês) e vale transporte. A lotação dos candidatos aprovados será para a cidade de Macapá/AP.

Os interessados poderão se inscrever a partir desta quinta-feira (20/2) pelo site da banca organizadora até as 23h59 de 6 de abril. As taxas serão de R$ 50 para nível médio e R$ 60 para nível superior, podendo solicitar isenção candidatos inscritos no CadÚnico ou doadores de medula óssea.

Fases


A seleção será realizada por prova objetiva com disciplinas de conhecimentos básicos (língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico e matemático e atualidades), conhecimentos complementares (legislação e ética na administração pública) e conhecimentos específicos de cada cargo.

concurso público terá validade de dois anos, contados a partir da data da publicação da homologação da classificação final, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a depender do órgão.

Requisitos


Assistente administrativo: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC)

Agente de fiscalização: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquitetura e Urbanismo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação(MEC), registro ativo e adimplente no CAU e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no mínimo categoria “B”


Publicidade