Publicidade

Estado de Minas

Santander oferece 240 bolsas para formar profissionais de tecnologia

Selecionados participarão de curso de cinco meses e poderão integrar uma lista para possíveis contratações pelo banco


postado em 24/10/2019 12:00

(foto: DigitalHouse/Divulgação)
(foto: DigitalHouse/Divulgação)
O Santander desenvolveu, em parceria com a Digital House, hub de educação para a formação de profissionais de alta performance para o mercado digital, um projeto para formar mais de 200 profissionais, com idade a partir de 18 anos, em programação. O projeto Santander Coders by Digital House contará com 240 bolsas integrais gratuitas para o curso de Web Full Stack e as inscrições estão abertas. As inscrições deverão ser feitas até dia 14 de novembro.

Os coders são responsáveis pelo desenvolvimento de sites e sistemas web usando linguagens de programação e podem trabalhar em agências, e-commerces, fábricas de software, startups e empresas de tecnologia. 
 
A seleção terá duas fases, a primeira delas com um teste de lógica, que selecionará todos que acertarem ao menos sete questões para a próxima etapa. Já o segundo momento da seletiva inclui uma curso introdutório, totalmente online, para nivelamento e validação de competências para realização do curso presencial. Os selecionados terão 28 dias para concluir essa etapa e, ao final desse período, serão escolhidos os 240 contemplados.
 
As aulas começam em janeiro de 2020, sempre no período da tarde, no campus da Digital House, em São Paulo, e terão duração de cinco meses. As inscrições podem ser feitas aqui

“Essa é uma oportunidade única para que pessoas que gostam de tecnologia, que desejam mudar de carreira ou mesmo ingressar no mercado de trabalho consigam se tornar verdadeiros coders. Todo mundo pode aprender a programar e o projeto vem justamente com a proposta de formar profissionais mais preparados para o mercado, por meio de toda a estrutura que já oferecemos baseada em conhecimentos práticos para lidar com o dia a dia das empresas”, explica o diretor acadêmico da Digital House, Edney Souza.

Os coders sairão preparados para os novos desafios de mercado, já que, além de todo o conteúdo do curso, contarão com a mentoria de carreira da Digital House, quando poderão discutir sobre o futuro das profissões, identificar seu perfil profissional e em quais áreas poderão atuar. Além disso, os 240 alunos farão parte de uma lista fast track do Santander, para possíveis contratações pelo banco.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade