Publicidade

Estado de Minas

Crea/TO lança concurso com mais de 150 oportunidades

Inscrições já estão abertas!


postado em 20/08/2019 10:25

(foto: Divulgação/Facebook Crea/TO)
(foto: Divulgação/Facebook Crea/TO)
Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Tocantins (Crea/TO) lançou concurso público, que oferta 159 vagas para cargos de todos os níveis de ensino. O certame está sendo realizado pelo Instituto Quadrix
 
Para os candidatos com deficiência ficam reservadas 5% do total de vagas existentes e das que vierem a existir, por cargo, dentro do prazo de validade do concurso público. Para candidatos negros ficam reservadas 20% das vagas, no mesmo critério.

Quando aprovados, os novos funcionários exercerão jornadas de trabalho de 30 horas semanais para remunerações de R$ 1.003,71 a R$ 3.596,89, além dos benefícios de vale alimentação de R$ 250, plano de saúde e vale transporte. 

Cargos e lotações

Nível fundamental: auxiliar administrativo e auxiliar de serviços gerias

Nível médio/técnico: agente administrativo, agente de fiscalização e motorista 

Nível superior: advogado, analista administrativo, analista de sistemas e contador

Os candidatos aprovados poderão ser lotados nas cidades de Palmas, Araguaína, Augustinópolis, Guaraí, Paraíso do Tocantins e Gurupi. 

Inscrição e seleção

As inscrições abrem nesta terça-feira (20/8) e devem ser realizadas pelo site do Instituto Quadrix, até as 23h59 de 23 de setembro. As taxas serão de R$ 50 para nível fundamental, R$ 60 para médio/técnico e R$ 80 para superior. Poderão solicitar isenção da taxa de inscrição candidatos inscritos no CadÚnico e doadores de medula óssea. 
 
Todos os candidatos serão avaliados por prova objetiva. Para nível médio e superior também haverá prova discursiva. Uma avaliação de títulos também será realizada para os candidatos que estiverem concorrendo aos cargos de nível superior.

A prova objetiva de nível médio contará com disciplinas de língua portuguesa, matemática e conhecimentos regionais. Já para os demais cargos serão cobradas disciplinas de língua portuguesa, noções de informática (exceto para o cargo de analista de sistemas), língua inglesa (somente para o cargo de analista de sistemas), raciocínio lógico e matemático, legislação e ética na administração pública, legislação do sistema Confea/CREA e conhecimentos específicos de cada cargo. 


* Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco 


Publicidade