Publicidade

Estado de Minas

BRB divulga concorrência de concurso com 100 vagas para escriturário

As provas vã ser aplicadas em 18 de agosto, pelo Iades


postado em 02/08/2019 11:27

(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press )
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press )
O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades), banca organizadora do concurso público do Banco de Brasília (BRB), divulgou, nesta sexta-feira (2/8) a concorrência do concurso público com 100 vagas para escriturário, cargo de nível médio. Foram contabilizadas 84.317 inscrições, o que significa que cerca de 843 candidatos disputam cada uma das oportunidades imediatas. Há ainda formação de cadastro reserva. 

O Iades ainda divulgou a convocação para as provas objetiva e discursiva, que serão aplicadas em 18 de agosto (daqui a pouco mais de duas semanas). 

Os testes terão início às 14h (horário oficial de Brasília-DF). Os comprovantes de inscrição com a indicação do local de prova (escola, bloco e sala) estarão disponíveis, mediante acesso ao Ambiente do Candidato, no endereço eletrônico do Iades, após as 20h de hoje. 

A banca reforça que 14h é o horário estabelecido para o fechamento dos portões e início das provas e que não será permitido o acesso de nenhum candidato após esse horário. É recomendado que os candidatos cheguem com uma hora de antecedência ao local de prova, de forma a evitar constrangimentos desnecessários. 

Os inscritos devem levar somente os seguintes itens: 
  • documento de identidade original;
  • comprovante definitivo de inscrição;
  • caneta esferográfica de tinta preta e fabricada de material transparente;
  • garrafa de água fabricada de material transparente, incolor e sem rótulo;
  • alimento(s) fora da embalagem original, acondicionado(s) em saco plástico de material transparente. 

O concurso 

O concurso oferta remuneração inicial de R$ 3.204,26, para jornada de trabalho de 30 horas semanais. Para participar é necessário ter certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio, expedido por instituição educacional reconhecida pelo órgão próprio do sistema de ensino.

A prova objetiva será composta de 60 questões, de múltipla escolha, com cinco alternativas em cada questão. Serão cobrados conteúdos de conhecimentos gerais, língua portuguesa, raciocínio lógico e matemática, uso de tecnologia em ambientes corporativos, governança corporativa e compliance, inovação, Lei Orgânica do Distrito Federal e Regime Jurídico dos Servidores do DF, realidade ética, social,história, geográfica, cultural, política e econômica do DF e da RIDE. 

Já a prova discursiva, que será aplicada no mesmo dia e turno, vai avaliar a capacidade de expressão na modalidade escrita e consistirá em texto dissertativo de 20 linhas no mínimo e 30 linhas no máximo.

Os candidatos aprovados também serão convocados para a realização de procedimentos pré-admissionais e exames médicos. O regime de contratação é regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). 


Publicidade