Publicidade

Estado de Minas

Iges-DF abre nova seleção com 217 vagas para 20 cargos

Processo visa preencher vagas de assistentes administrativos, bioquímicos, engenheiros, enfermeiros, médicos e técnicos


postado em 23/07/2019 16:00

(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGES-DF) anunciou, nesta terça-feira (23/7), a abertura de mais um processo seletivo com 217 vagas e cadastro de reserva para 20 cargos. As oportunidades são para bioquímicos, engenheiros, enfermeiros, médicos de 14 especialidades e técnicos de segurança do trabalho. Além disso, foi aberta também seleção para assistente administrativo, sendo que este é exclusivo para pessoas com deficiência (PCD).

As chances são para preencher vagas nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital de Base (HB) e Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). De acordo com o Instituto, a contratação ocorrerá o mais rápido possível e os aprovados serão contratados em regime celetista, ou seja, com carteira assinada.

As inscrições poderão ser feitas gratuitamente até o próximo domingo  (28/7), no site vagas.com. No momento da inscrição, não é possível optar pela unidade onde tem preferência para trabalhar.

Em maio deste ano, o IGES-DF já havia lançado um processo seletivo de candidatos para contratar 2.420 mil pessoas para aproximadamente 40 cargos para recompor os recursos humanos nas UPAs, HRSM e HB. Foram mais de 44 mil inscritos.

"Até o momento, 969 pessoas já estão nos postos de trabalho, sendo 342 no Hospital Regional de Santa Maria, 275 no Base e 352 para as UPAs. Todo esse trabalho já está surtindo efeito e pouco a pouco a saúde no DF está melhorando", declarou Francisco Araujo, presidente do instituto. "Desta seleção, para este mês de julho e agosto, mais profissionais serão contratados", concluiu Francisco.

Em junho deste ano, o vice-governador do Distrito Federal Paco Britto já havia anunciado a previsão de contratação de mais de 3 mil profissioanais da área de saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem para o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges/DF).  Na ocasição, Britto declarou que "não há limite para a determinação do governo Ibaneis na retomada do crescimento e da qualidade da saúde pública".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade