Publicidade

Estado de Minas

Polícia Militar de Roraima retoma concurso com 400 vagas para soldado

As remuneração de R$ 3,7 mil


postado em 02/07/2019 11:51 / atualizado em 04/07/2019 05:31

(foto: Ederson Brito/Governo de Roraima)
(foto: Ederson Brito/Governo de Roraima)
O governador de Roraima, Antonio Denaruim, revogou o decreto que suspendia as etapas do concurso público da Polícia Militar de Roraima (PMRR). Após reunião com a banca organizadora, foi anunciado que o novo cronograma com as próximas etapas do certame será divulgado pela Universidade Estadual de Roraima (UERR).
 
“Reunimos com vários secretários e com a comissão permanentes de concurso da Universidade Estadual de Roraima para dar continuidade ao concurso da PM. Com a assinatura da revogação do Decreto que suspendia o concurso, agora fica a cargo da Universidade Estadual divulgar o início da segunda etapa. Estamos trabalhando juntos, para que os concurseiros possam ser atendidos, e em um curto espaço de tempo seja dado início à segunda etapa," destacou o governador.

De acordo com a publicação ainda não há previsão de data das próximas etapas e que, diante do ato de revogação da suspensão do concurso, a Universidade vai fazer todos os levantamentos necessários para viabilizar a execução das próximas etapas do concurso. 

Concurso 

O concurso visa a contratação de 400 soldados de 2ª classe do Quadro de Praças Combatentes da Policial Militar - QPCPM, sendo 5% das vagas reservadas para candidatos com deficiência e 15% reservadas às candidatas mulheres. 

Para participar do concurso, o candidato deve ter nível médio completo, carteira nacional de habilitação (CNH) na categoria B, ter idade mínima de 18 anos e máxima de 35 no dia do ingresso na corporação e ter altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres.

Os aprovados nas avaliações serão incluídos no Curso de Formação de Soldado PM. A remuneração durante o curso e após a conclusão do mesmo serão de acordo com a legislação vigente à época. Durante o curso a bolsa é de R$ 2.243,64. Após a conclusão, a remuneração será de R$ 3.732,96.

A seleção será realizada por prova objetiva, exames médicos e edontológicos, toxológicos (1ª fase) e de aptidão física (2ª fase), avaliação psicológica, com exame psicotécnico, e investigação social. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade