Publicidade

Estado de Minas

DPDF libera consulta aos locais de prova do concurso para defensor

As provas objetivas serão realizadas em 7 de julho


postado em 01/07/2019 10:59 / atualizado em 02/07/2019 05:32

A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) liberou, nesta segunda-feira (1/7), a consulta aos locais de aplicação das provas do concurso que oferta 12 vagas para o cargo de defensor de segunda categoria. O candidato deverá, obrigatoriamente, acessar o site do Cebraspe, banca do certame, para verificar o seu local de realização da prova, por meio de consulta individual, devendo informar os dados solicitados. 

No último dia 19, o Cebraspe também divulgou o edital de aplicação das provas objetivas,contendo informações importantes sobre a realização dos exames. Confira:

  • A prova objetiva terá a duração de 5 horas e será aplicada no dia 7 de julho de 2019, às 13 horas (horário oficial de Brasília/DF). 
  • O candidato somente poderá realizar a prova no local designado na consulta individual  disponível no endereço eletrônico.

  • O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da prova com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o início dessa, munido de caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, do comprovante de inscrição e do documento de identidade original. 

  • Será eliminado do concurso o candidato que, durante a realização da prova, for surpreendido portando: 
a) aparelhos  eletrônicos,  tais  como  máquinas  calculadoras,  agendas  eletrônicas  ou  similares,  telefones celulares, smartphones, tablets, iPod®, gravadores, pendrive, mp3 player ou  similar, qualquer  receptor ou transmissor de dados e mensagens, bipe, notebook, palmtop, Walkman®, máquina fotográfica, controle de alarme de carro etc.; 

b) relógio de qualquer espécie, óculos escuros, protetor auricular, lápis, lapiseira/grafite, marca%u2010texto e(ou) borracha; 

c) quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné, gorro etc.; 

d) qualquer recipiente ou embalagem que não seja fabricado com material transparente, tais como garrafa de água, suco, refrigerante e embalagem de alimentos (biscoitos, barras de cereais, chocolate, balas etc.). 

  • O Cebraspe recomenda que, no dia de realização da prova, o candidato não leve nenhum dos objetos citados no item 4 deste edital. 

  • O Cebraspe não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização da prova, nem por danos neles causados. 

  • O candidato deverá observar todas as instruções contidas nos itens 8 e 14 do Edital nº 1 – DPDF, de 1º de março de 2019, e suas alterações. 

O concurso

O concurso oferece 12 vagas para o cargo de defensor de segunda categoria. Haverá ainda formação de cadastro de reserva. A remuneração é de  R$ 24.668,75.  Confira aqui o edital completo.

O concurso será realizado  a partir do método cespe, pelo organizador Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos ( Cebraspe), com a participação da Ordem dos Adbogados do Brasil (OAB).

Para concorrer ao cargo é necessário ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de bacharel em direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), acrescido de registro na OAB e, no mínimo, dois anos de prática forense.

A seleção será composta por prova objetiva, discursiva, oral e avaliação de títulos. Todas as fases, bem como a avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declararem com deficiência serão realizadas em Brasília/DF. 

As provas objetivas serão realizadas em 7 de julho. Já as provas  discursivas  serão  aplicadas em  14 e 15 de setembro. Elas terão a duração de 5 horas e valerão 100 pontos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade