Publicidade

Estado de Minas

Nível médio: Marinha abre concurso com 30 vagas para quadro técnico

Podem se candidatar apenas homens, com idade entre 18 e 24 anos


postado em 31/05/2019 11:30 / atualizado em 04/06/2019 11:32

(foto: Divulgação/Marinha )
(foto: Divulgação/Marinha )
O Serviço de Seleção do Pessoal da Marinha (SSPM) abriu novo edital de concurso público para ingresso no Quadro Técnico de Praças da Armada do Corpo de Praças da Armada, em 2019 (CP-QTPA/2019). As 30 chances são de nível médio, nas áreas de eletroeletrônia (comunicações interiores e eletricidade) e mecânica (máquina e motores). 

A atribuição principal das Praças do Corpo de Praças da Armada (CPA) é o guarnecimento dos navios, submarinos e aeronaves da MB para a execução de tarefas relativas à operação e manutenção de equipamentos e sistemas, à conservação de compartimentos e materiais e da participação em serviços gerais e específicos naqueles meios navais. O Quadro Técnico de Praças da Armada (QTPA) é um dos Quadros de Praças do CPA. 

O edital reserva 20% das vagas a negros. Podem se candidatar apenas homens brasileiros natos ou naturalizados, com idade entre 18 anos completos e menos de 25 anos de idade no primeiro dia de janeiro de 2020. 

As inscrições já estão abertas e vão até 11 de julho, pelo site www.ingressonamarinha.mar.mil.br

O concurso será composto por prova escrita objetiva de conhecimentos profissionais para cada área técnica, redação, verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, teste de aptidão física (TAF), avaliação psicológica, verificação de documentos, procedimento de heteroidentificação complementar à autodeclaração e período de adaptação. 

A prova escrita objetiva está prevista para a segunda quinzena de setembro, segundo o calendário oficial do concurso. Já o curso de formação terá início em 1º de junho de 2020. Confira o edital completo aqui. 

Leia também: Marinha lança edital com 180 vagas para formação de oficiais 
 

O curso

Segundo informações da Marinha, os candidatos titulares serão convocados para realização do Período de Adaptação, que terá duração de cerca de quatro semanas. Durante esse tempo, o aluno será submetido a exames específicos para tornar-se submarinista. 

Após isso, o candidato fará o Curso de Formação de Sargentos (C-FSG), de caráter eliminatório e classificatório, composto por dois módulos: 
 
  • Módulo 1: Formação Militar Naval. Prepara o aluno para o exercício de funções peculiares à graduação de sargento do QTPA.

  • Módulo 2: Compatibilização técnica para a especialização. Amplia e atualiza os conhecimentos, compatibilizando a formação técnica de nível médio obtida no meio civil, com as competências necessárias correspondentes às especialidades comunicações interiores (CI), eletricidade (EL), máquinas (MA) e motores (MO). 

Ao final do módulo I, por ordem de classificação nesse módulo, farão a opção por uma especialidade. Os alunos da Área Técnica de Eletroeletrônica optarão por CI ou EL. Os alunos da Área Técnica de Mecânica optarão por MA ou MO.

Os alunos que forem aprovados no Curso de Formação de Sargentos serão matriculados no Curso de Subespecialização de Submarinos para Praças (C-Subespec-SB), que terá duração de cerca de 24) semanas no Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché (Ciama) - Rio de Janeiro. 

Este curso tem o propósito de capacitar o 3ºSG do QTPA para o exercício de atividades em submarinos e tem caráter eliminatório. Os 3º SG do QTPA que forem reprovados serão licenciados do Serviço Ativo da Marinha.

Ao longo do curso de formação, os alunos ocuparão a graduação de cabo e receberão R$ 3.388,83, de soldo. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade