Publicidade

Estado de Minas

IGH de Goiás abre seleção com mais de 270 vagas de níveis médio e superior

As chances são para formação de cadastro reserva de pessoas com deficiência


postado em 30/05/2019 15:19 / atualizado em 03/06/2019 11:32

(foto: Divulgação IGH GO )
(foto: Divulgação IGH GO )
O Instituto de Gestão e Humanização de Goiás (IGH) abriu um novo processo seletivo simplificado para contratação de pessoas com deficiência. São 275 vagas para formação de cadastro reserva. Os cargos exigem níveis médio e superior. 

Há vagas para analista fiscal, analista administrativo, assistente administrativo, auxiliar administrativo, analista de departamento pessoal, assistente de departamento pessoal, analista de infraestrutura, analista de qualidade, assistente de qualidade e analista de compras. Dependendo do cargo desejado, pode concorrer quem é formado em ciências contábeis, economia, administração, farmácia, com conhecimentos em informática básica e experiências na área. Saiba mais no edital do concurso. 

Os aprovados serão lotados nas seguintes unidades: Hospital Estadual Materno Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI), Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia Cairo Louzada (HUAPA) e Hospital Estadual e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (HEMNSL). Os contratos terão duração de seis meses. 

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente por e-mail: rh2.erg@igh.org.br, rh3.erg@igh.org.br e rh4.erg@igh.org, até 1º de novembro. Devem ser enviados o currículo atualizado, documento de identificação, comprovante de residência, carteira de trabalho (com comprovação de experiência na função escolhida), laudo médico atestando grau e espécie da deficiência e comprovante de escolaridade. 

A seleção será feita em quatro etapas: análise documental e curricular, entrevistas por competências e aplicação de testes psicológicos, avaliação técnica, e entrega de documentação e exame médico admissional. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade