Publicidade

Estado de Minas

PCAL, Sefaz e Sesau: Renan Filho confirma três novos concursos

Também foi anunciada a convocação para o TAF do concurso da PMAL


postado em 29/05/2019 14:17 / atualizado em 31/05/2019 11:08

(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)
O governador de Alagoas, Renan Filho, confirmou a realização de novos concursos públicos. Entre eles, os certames para delegados da Polícia Civil, auditores da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e servidores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). As informações foram confirmadas pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag). 
 
Também foram confirmados concursos para agentes e delegados da Polícia Civil. “Vamos realizar os concursos para aumentar o efetivo de agentes de polícia e delegados. Há muitos anos Alagoas não faz concurso para a Polícia Civil e não fizemos no primeiro Governo. Chamamos uma reserva técnica de agentes. A idéia é fazer o concurso no segundo semestre deste ano”. 

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) deverá lançar edital para a realização de concurso para auditores no mês de junho. O secretário George Santoro afirmou que a autorização deve sair ainda essa semana e prevê vagas para cargos de auditor fiscal na área de receita e auditor na área financeira. O salário inicial é de aproximadamente R$ 9 mil para auditor fiscal e cerca de R$ 8 mil para auditor de finanças.

Convocação TAF

De acordo com Fabrício Marques, secretário do Planejamento e Gestão, os candidatos aprovados no concurso da Polícia Militar de 2006, convocados na semana passada após decisão judicial, vão realizar os testes de aptidão física antes dos aprovados no concurso de 2018, evitando questionamentos judiciais. 

Segundo o governador, os testes para os aprovados em 2006 acontecem entre os dias 22 e 26 de julho. Os aprovados em 2018 realizam as provas entre 5 e 9 de agosto. “Essas eram datas muito esperadas por todos. Não poderíamos ter feito esse anúncio antes porque precisamos verificar toda a base de dados do concurso de 2006 e isso não foi uma coisa simples”. 

O governador garantiu que após a conclusão do último concurso da PM, o Estado vai verificar qual a melhor data para um novo certame, incluindo o Curso de Formação de Oficiais (CFO), o que deve acontecer nos próximos meses, após a formatura da turma que realiza o curso atualmente.
 
 
* Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade