Publicidade

Estado de Minas

TJDFT divulga resultado final da prova objetiva de concurso para cartórios

As provas foram realizadas em 28 de abril


postado em 23/05/2019 17:51 / atualizado em 27/05/2019 11:33

(foto: CB/D.A Press)
(foto: CB/D.A Press)
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) divulgou, nesta quinta-feira (23/5) o resultado final da prova objetiva do concurso público para cartórios e a convocação para a prova escrita e prática. As informações estão disponíveis no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos ( Cebraspe), que é a banca organizadora do certame. 

A prova escrita e prática terá a duração de 5 horas e será aplicada na data provável de 9 de junho de 2019, às 8 horas, para os candidatos à outorga por provimento, e às 15 horas, para os candidatos à outorga por remoção, observado o horário oficial de Brasília/DF.

O candidato deverá, obrigatoriamente, a partir do dia 31 de maio de 2019, acessar o site, para verificar o seu local de realização da prova escrita e prática, por meio de consulta individual. 

É necessário comparecer ao local designado com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o início desta, munido de caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, do comprovante de inscrição e do documento de identidade original.

As justificativas de alteração/anulação de gabaritos oficiais preliminares da prova objetiva de seleção estão à disposição dos candidatos a partir da data provável de 29 de maio de 2019, no site do Cebraspe.

O edital de resultado provisório na prova escrita e prática será publicado no Diário Oficial da União e divulgado no site da banca, na data provável de 28 de junho de 2019.

Concurso

O concurso oferece quatro vagas para provimento ou remoção na atividade extrajudicial de notas e de registro. Para participar, é necessário que o candidato tenha diploma registrado em direito, ou ter exercido, por dez anos, função em serviços notariais ou de registros, completados antes da primeira publicação do edital.

As outras etapas do certame serão compostas de provas escritas e práticas, comprovação de requisitos para outorga das delegações, exame psicotécnico e entrega do laudo neurológico e do laudo psiquiátrico e entrevista pessoal, ambos de caráter descritivo e de presença obrigatória e análise da vida pregressa, prova oral e avaliação de títulos. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade