Publicidade

Estado de Minas

MPU retifica edital e altera data de avaliação do cargo para técnico

A próxima fase será avaliação biopsicossocial


postado em 22/05/2019 11:45 / atualizado em 23/05/2019 11:32

(foto: Célio Azevedo/Agência Senado)
(foto: Célio Azevedo/Agência Senado)
O Ministério Público da União (MPU) publicou uma nova retificação do concurso público, alterando a data da avaliação biopsicossocial. Agora, os candidatos convocados serão avaliados em 9 de junho. Os locais e horários de prova serão disponibilizados pelo site do Cebraspe, banca organizadora do certame a partir de 29 de maio. Nas mesmas datas, os candidatos que se autodeclararam negros serão submetidos ao procedimento de verificação da condição declarada para concorrer as vagas reservadas.  
 
Na data provável de 17 de junho será publicado o edital do resultado provisório da avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declaram pessoas com deficiência e o resultado provisório no procedimento de verificação da condição declarada para concorrer às vagas para negros, somente para o cargo de técnico do MPU – administração. 

As retificações podem ser conferidas no site do Cebraspe. A avaliação biopsicossocial para candidatos que se declararam com deficiência e o processo de verificação para as vagas de negros estavam marcados para 26 de maio.

Concurso 

O concurso oferta 47 vagas imediatas e formação de cadastro reserva nas carreiras de técnico e analista. A remuneração inicial dos cargos é de R$6.862,72 e R$11.259,81, respectivamente. Ambos os cargos exigem jornada de 40 horas semanais. No total, são 36 vagas para analistas e 11 para técnicos. Somente para o Distrito Federal são oferecidas cinco vagas para analistas e quatro para técnicos, além de cadastro de reserva.

As vagas estão distribuídas nos estados do Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Ao todo, foram contabilizadas 264.924 pessoas inscritas no concurso. Desse total, 229.169 são candidatos de ampla concorrência (37 vagas), 35.755 são candidatos negros (sete vagas) e 4.761 são pessoas com deficiência (três vagas).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade