Publicidade

Estado de Minas

Ministério Público do Mato Grosso vai abrir concurso para promotor

A Fundação Carlos Chagas será a organizadora


postado em 08/05/2019 13:25 / atualizado em 13/05/2019 05:32

(foto: MPMT/Divulgação)
(foto: MPMT/Divulgação)
O Ministério Público do Mato Grosso vai abrir um novo concurso público para promotor de justiça em breve. O órgão já escolheu a empresa que será responsável pela organização do certame. A escolhida é a Fundação Carlos Chagas (FCC). Ainda não há mais informações sobre o lançamento do edital.

O último concurso do órgão foi em 2014, com 10 vagas para o cargo de promotor de justiça substituto. Os exames foram aplicados em Cuiabá.

Segundo a Universidade Federal do Mato Grosso, organizadora do certame, 1.579 pessoas se inscreveram, gerando uma concorrência aproximada de 157 pessoas por chance. Participam da disputa graduados em direito que têm experiência de, no mínimo, três anos de experiência em atividade jurídica. O salário para o cargo é de R$ 20.759,86.

Além da prova objetiva, os participantes farão também prova discursiva, exame psicotécnico, prova oral e prova de títulos. 

Mais chances no Mato Grosso

A Secretaria do Meio Ambiente do Mato Grosso (Sema/MT) está com inscrições abertas para um processo seletivo simplificado. O objetivo é contratar temporariamente 50 analistas de meio ambiente, sendo cinco chances reservadas a pessoas com deficiência, além de formação de cadastro reserva. Saiba mais aqui.

Podem participar candidatos com nível superior em geografia, biologia, engenharia agronômica, engenharia florestal ou engenharia ambiental. Os aprovados vão receber remuneração de R$ 7.003,16 para 40 horas semanais de atividades. A lotação será na capital do estado, Cuiabá. 

Quem tiver interesse poderá participar da seleção até 23 de maio, pelo site www.unemat.br/seletivos, da Assessoria de Gestão de Concursos e Vestibulares da Universidade do Estado de Mato Grosso (Covest/Unemat). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade