Publicidade

Estado de Minas

PMSP lança concurso público com 190 vagas a quem tem nível médio

O aluno-oficial PM cursará a graduação, bacharelado em ciências policiais de segurança e ordem pública


postado em 15/04/2019 09:59 / atualizado em 16/04/2019 11:32

(foto: Divulgação PMSP )
(foto: Divulgação PMSP )
O novo edital de concurso aberto pela Polícia Militar de São Paulo (PMSP) foi lançado neste fim de semana no Diário oficial do estado. De acordo com o regulamento, são oferecidas 190 vagas para o posto de aluno-oficial PM, para ambos os sexos. O concurso foi autorizado pelo governo em setembro do ano passado. 

A remuneração básica inicial corresponde a R$ 3.116,76. O concurso está sob a responsabilidade da Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Fundação Vunesp). 

O aluno-oficial PM cursará a graduação, bacharelado em ciências policiais de segurança e ordem pública, de forma sequencial e consecutiva, que se destina a formar, com solidez teórica (ciência política, didática, sociologia, gestão de finanças etc) e prática (educação física, técnicas de direção policial preventiva, procedimentos operacionais padrão, tiro defensivo na preservação da vida – método Giraldi, ordem unida, maneabilidade básica à cavalo etc), o profissional ocupante do posto inicial de oficial. 

De acordo com o edital, não haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência, tendo em vista as peculiaridades do exercício das funções policiais-militares inerentes ao cargo. 

Requisitos 

Para participar é preciso ser brasileiro; ter nível médio de formação escolar; ter entre 17 e 30 anos de idade; e se mulher ter estatura mínima de 1,55m e, se homem, de 1,60m. 

As inscrições deverão ser feitas entre de 22 de abril e 6 de junho, pelo site www.vunesp.com.br

Os exames de conhecimentos serão aplicados nas cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. 

Os candidatos farão provas objetivas e dissertativas; exames de aptidão física, de saúde e psicológicos; avaliação da conduta social, da reputação e da idoneidade; e análise de documentos. 

Provas 

Serão 80 questões se múltipla escolha, que deverão ser respondidas em até quatro horas. Haverá 24 questões sobre ciências Humanas e suas Tecnologias, sendo: oito sobre história, quatro sobre filosofia, quatro de sociologia, oito de geografia. Outras 30 questões de Linguagens e Códigos, sendo 24 de língua portuguesa e interpretação de texto e seis de língua inglesa ou espanhola. Haverá ainda 22 questões de matemática e ciências da natureza, sendo 10 sobre matemática, quatro sobre física, quatro de química e quatro de biologia. A quatro questões restantes serão sobre conhecimentos específicos, sendo duas de noções de administração pública e duas de noções básicas de informática. A etapa será aplicada em 30 de junho, pela manhã. 

A prova dissertativa será uma redação que deverá ser composta em até duas horas. Esta fase também será aplicada em 30 de junho, mas à tarde. 


TAF 

A aplicação dos Exames de Aptidão Física será realizada sob responsabilidade da Escola de Educação Física da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O candidato deverá apresentar atestado médico expedido por órgão público ou particular de saúde, no qual conste estar apto para realização dos exames. 

A prova de condicionamento físico geral será composta por teste de flexão e extensão de cotovelos, por meio do teste dinâmico de barra para homens e com apoio de frente
sobre o solo, em decúbito ventral, apoiando os joelhos sobre o banco sueco, para mulheres; resistência abdominal, em decúbito dorsal (tipo remador); corrida de 50 metros; corrida de 12 minutos; e uma prova de natação. 


Publicidade