Publicidade

Estado de Minas

SEDESTMIDH divulga novo cronograma de provas do concurso


postado em 08/04/2019 10:59 / atualizado em 09/04/2019 11:32

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
O Instituto Brasil de Educação (Ibrae) divulgou as novas datas para a aplicação das provas do concurso da Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (SEDESTMIDH). Confira aqui o documento completo.

De acordo com o comunicado, os locais de provas serão publicados 10 dias antes da aplicação. Caberá ao candidato acessar a página eletrônica do Ibrae, www.ibrae.com.br, inserir o número do seu CPF e imprimir ou anotar os dados do seu local de prova, incluindo o nome e endereço da Instituição de Ensino, o bloco, se houver, e o número da sala de prova.

Os locais das provas para a especialidade Educador Social, que serão aplicadas no próximo domingo (14/4), de 14h às 18h30min, já foram divulgados e estão à disposição dos candidatos no site do Ibrae.

Novo cronograma. Clique na imagem para ampliar
Novo cronograma. Clique na imagem para ampliar
Foi mantida a data de 5 de maio de 2019, para a aplicação das provas de Especialista em Assistência Social, nas especialidades Direito e  Legislação, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social, Administração, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Economia, Estatística e Nutrição, porque será aplicada a prova para a inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no mesmo dia e alguns candidatos, que concorrerão à especialidade Direito e Legislação, também participarão da prova da OAB.

A data do dia 19 de maio de 2019, para aplicação das provas para as especialidades de Agente Social e de Cuidador Social, teve que ser alterada em razão do concurso do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), previamente marcado para a mesma data.

Provas anuladas

Após o concurso ter sido marcado por desorganização e indignação, as provas de todos os cargos da SEDESTMIDH foram canceladas.Segundo o Ibrae, o cancelamento das aplicações ocorreram por atraso na distribuição das provas e consequente tumulto dos candidatos. Os exames realizados pela manhã foram anulados logo em seguida.

De acordo com relatos de inscritos no concurso, além do atraso, várias fraudes foram relatadas, como envelopes rasgados e pessoas mexendo no celular dentro de sala. Concurseiros disseram que também não havia detector de metal na entrada, o cartão de respostas não foi entregue aos candidatos e os chefes de sala não conseguiam se comunicar com a banca organizadora. Com isso, as pessoas de algumas salas acabaram sendo liberadas enquanto outras faziam a prova em outros locais.

O concurso

De acordo com o órgão, ao todo, são 53.748 inscritos, sendo 27.297 candidatos concorrendo aos cargos de nível médio e 26.451 para as vagas de nível superior.

Serão 20 questões de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos específicos. Os concorrentes a nível superior também farão uma prova discursiva no mesmo dia, que consistirá na elaboração de um texto dissertativo, com a extensão máxima de 30 linhas. A partir de julho, haverá também avaliação psicológica, sindicância de vida pregressa e investigação social e curso de formação (serão 114 horas/aula, sob a responsabilidade do Ibrae).

São quatro editais ofertando ao todo 1.884 vagas para cargos de nível médio e superior, sendo 314 oportunidades para preenchimento imediato e 1.570 para formação de cadastro reserva. Os aprovados exercerão jornadas de trabalho de 30 horas semanais para receberem remunerações variando entre R$ R$ 2.600 e R$ 3.599,70. 

Os candidatos de nível superior podem optar entre os cargos de especialista em assistência social, nas especialidades de educador social, direito e legislação, pedagogia, psicologia, serviço social, administração, ciências contábeis, comunicação social, economia, estatística e nutrição. Para nível médio serão ofertadas vagas para técnico administrativo, agente social e cuidador social.


Publicidade