Publicidade

Estado de Minas

FAB divulga editais com mais de 1.000 vagas para oficiais temporários

Inscrições serão abertas a partir do dia 8/04. Oportunidades são para diversas áreas.


postado em 03/04/2019 16:21 / atualizado em 05/04/2019 05:32

(foto: Divulgação/Marinha)
(foto: Divulgação/Marinha)

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou mais três editais de nível superior, dessa vez para o cargo de oficial temporário, para atuação em 2019 no Serviço Militar Voluntário (SVM). São aproximadamente 1.030 vagas. O salário pode chegar a R$ 11 mil.


As inscrições estarão abertas a partir do dia 8 de abril, no site da FAB, até dia 21 do mesmo mês. O edital não consta o preço da taxa para se inscrever. O edital está disponível neste link, basta clicar no concurso desejado, e depois em "Aviso de Convocação".

 

Para participar, além de ensino superior, é necessário ter menos de 45 anos até dia 31 de dezembro do ano de aplicação. Os editais são para ambos os sexos.

Os aprovados no concurso serão incorporados para a realização no Estágio de Adaptação de Serviço (EAS), no posto de aspirantes a oficial, cuja remuneração é de R$ 6.993, segundo o site da FAB. Após o curso de formação, o aluno é nomeado oficial temporário, e o soldo pode equivaler a R$ 11 mil.

 

O primeiro edital é para a área de saúde, com 287 vagas. As ofertas são nos cargos de médicos (todas as áreas, inclusive de clínica médica), dentistas, farmacêuticos (hospitalar, bioquímica e industrial) e veterinários. Para se inscrever, é necessário, além do nível superior na área desejada, o registro no conselho do âmbito. Alguns cargos exigem requisitos extras, como experiência ou especialização.

As vagas são para os estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia, Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal, distribuídas em diversas cidades.

O segundo edital é destinado à carreira de magistério e oferece 99 vagas. As oportunidades são para ministrar aulas de língua inglesa, língua portuguesa, artes plásticas, biologia, sociologia, educação física, língua espanhola, história, física, língua francesa, matemática, química, sistemas de informação, estatística, relações internacionais, direito e administração.

Os lugares disponíveis para lotação são Pará, Maranhão, Goiás, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre, Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Norte, Fortaleza, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

E, por último, um terceiro edital para área técnica, oferece 645 vagas. Os cargos são para as especialidades de administração, análise de sistemas, arquitetura, arquivologia, biologia, biblioteconomia, ciências atuariais, ciências contábeis, economia, educação física, enfermagem, engenharia (agrimensura, agrônoma, ambiental, cartográfica, civil, computação, elétrica, eletrônica, mecânica, de produção, química e de telecomunicações), fisioterapia, fonoaudiologia, história, jornalismo, museologia, nutrição, pedagogia, psicologia, relações públicas, serviço social, serviços jurídicos, terapia ocupacional e para capelão evangélico.

As vagas são para: Maranhão, Pará, Goiás, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Amazonas, Roraima, Rondônia, Acre, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Candidatos serão submetidos a outras avaliações

As fases da seleção englobam avaliação curricular, inspeção de saúde, teste de condicionamento físico, entre outras etapas.

Os candidatos serão testados por avaliação curricular. Os documentos necessários devem ser entregues no período entre 24 a 26 de abril, que serão avaliados pela comissão interna de 29 de abril até 23 de maio, com exceção do segundo edital, que irá até dia 16.

Para a entrega dos documentos, o inscrito deverá comparecer em local e data determinados no site da Aeronáutica divulgados acima.

Em junho, os candidatos serão submetidos a inspeção de saúde e avaliação curricular. No final de junho ou começo de julho, dependendo do edital, será realizado o teste de avaliação do condicionamento físico para os aprovados nas fases anteriores.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade