Publicidade

Estado de Minas

Qualquer formação superior: Campo Grande/MS lança concurso para auditor

A remuneração inicial é de R$ 9.833,53


postado em 19/03/2019 09:37 / atualizado em 20/03/2019 11:33

(foto: Prefeitura de Campo Grande/Divulgação)
(foto: Prefeitura de Campo Grande/Divulgação)
O município de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, publicou novo edital de concurso público para o cargo de auditor fiscal da receita. São 10 oportunidades imediatas, além de formação de cadastro reserva! Os aprovados vão exercer carga horária de 40h semanais para receber remuneração de R$ 9.833,53. Há reserva de vagas para pessoas com deficiência, negros e índios. Para concorrer, é necessário possuir nível superior em qualquer área de formação.

As inscrições estarão abertas até o dia 15 de abril, às 15 horas, observado o horário de Mato Grosso do Sul, no site da banca organizadora PUCPR. A taxa de inscrição custa R$ 180. Quem desejar solicitar isenção do pagamento poderá fazê-lo também até 15 de abril, o benefício é direito de candidatos que forem desempregados, em situação de carência econômica, doador de sangue e medula óssea e doador ou receptor de rim. Para tanto, é preciso ainda ser residente no município de Campo Grande/MS.

 

Fases do concurso

 

O concurso de Campo Grande será composto por quatro etapas. A primeira é a prova objetiva, prevista para acontecer no dia 23 de junho, das 8h às 13h. Os candidatos deverão responder questões de direito, conhecimentos básicos e específicos, totalizando 110 itens.

A segunda fase, de caráter classificatório, é a prova de títulos, que será realizada apenas por quem obtiver aprovação na primeira fase. Os documentos serão recebidos pelo site da organizadora mediante convocação em edital específico.

A investigação social é a terceira fase do concurso, para garantir a idoneidade moral do candidato. Também haverá edital específico de convocação para esta etapa, junto com data para entrega de documentos e declarações.

A quarta e última fase já será o curso de formação profissional, onde serão convocados os aprovados em todas as demais etapas. Os alunos serão avaliados quanto à frequência e o desempenho curricular. Quem tiver frequência inferior a 90% das aulas e atividades será eliminado do concurso, e a avaliação do desempenho será aferida por nota.

 

 

* Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade