Publicidade

Estado de Minas

Alfândega da Receita Federal de BH reabre período inscrições

O concurso para peritos também aumentou o número de vagas


postado em 27/02/2019 17:52 / atualizado em 01/03/2019 17:08

(foto: Divulgação/Receita Federal)
(foto: Divulgação/Receita Federal)
O processo seletivo da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Belo Horizonte – MG reabriu o período de inscrições. Agora, os interessados podem se inscrever no período de 11 de março a 25 do mesmo mês, em qualquer Unidade de Atendimento da Receita Federal do Brasil na 6ª Região Fiscal que corresponde ao Estado de Minas Gerais. 

O número de vagas também foi alterado, o certame que ofertava 109 vagas agora está oferecendo 190 vagas para profissionais de nível superior, para o cargo de perito. Os candidatos podem optar para serem lotados nos seguintes locais: Alfândega de Belo Horizonte e delegacias de Governador Valadares, Poços de Caldas, Uberaba e Varginha. 

Os candidatos podem optar entre as áreas de (1) gemas, diamantes e jóias, (2) peças de aeronaves, (3) máquinas, peças e componentes mecânicos, (4) equipamentos elétricos e suas partes, (5) componentes eletrônicos, (6) partes eletrônicas e eletro-mecânica de veículos terrestres, (7) equipamentos de informática e suas partes, (8) equipamentos de agrimensura e topografia, (9) equipamento médico, (10) produtos químicos, (11) produtos farmacêuticos, (12) materiais biológicos e químicos para diagnóstico de saúde, (13) produtos alimentícios, (14) micro-organismos, (15) tecidos, (16) madeira e produtos florestais, (17) metais em geral, inclusive preciosos, (18) minerais, especialmente de alumínio e (19) obras de arte plástica.

Para participar, é necessário que os profissionais apresentem documentos como comprovante de vinculação ao órgão regulador da profissão, quando existente, certidões de regularidade de situação relativa ao pagamento das contribuições previdenciárias, imposto sobre serviço e das contribuições exigidas para exercício profissional. 

Também é necessário apresentar currículo com atestado regulador do exercício profissional, certificado dos cursos de especialização, com carga horária superior a 60 horas/aula e comprovante de experiência profissional mínima de dois anos na área técnica pretendida.

Os peritos atuarão para identificar e quantificar mercadorias importadas ou a exportar e a emitir de laudos periciais sobre estado e o valor residual de bens. Confira aqui mais informações sobre o concurso.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade