Publicidade

Estado de Minas CARREIRA

Pretende prestar concurso em 2019? Comece a estudar agora

São necessários, pelo menos, seis meses para que o candidato comece a ter uma base dos temas que vão cair na prova e, assim, aumentar sua chance


postado em 23/01/2019 14:17 / atualizado em 23/01/2019 14:35

(foto: JESHOOTS/Pixabay)
(foto: JESHOOTS/Pixabay)

Estudar para concursos públicos é sempre um desafio muito grande. Além de conciliar vida pessoal e profissional, é preciso reservar uma parte do dia para os estudos. Por isso, quem pretende passar em algum edital no segundo semestre de 2019 precisa começar a se preparar agora.

Segundo o EduQC, metodologia de estudo autodidata com base em inteligência artificial, nenhuma aprovação vem assim de imediato. É necessário, pelo menos, seis meses para que o candidato consiga estudar e aprender a base de uma área.

Com ajuda da plataforma, nesse período, os alunos recebem todas as instruções do que é preciso estudar, de quanto tempo precisam se dedicar diariamente (de acordo com sua rotina) e por meio de simulados conseguem enxergar essa evolução. "Ao iniciar os estudos com um escopo reduzido e aumentá-lo progressivamente, de acordo com o avanço de cada um, é esperado que o aluno evolua mais rapidamente. Além disso, estudos que se encaixam no dia a dia deixam a prática mais fácil", explica Victor Maia, CEO da EduQC.

De acordo com a plataforma, revisar mostrou ser, de longe, a melhor forma de apreender um conteúdo e convertê-lo em acertos e em uma boa pontuação no final. Repassar o conteúdo usando suas próprias anotações é 45% mais eficiente do que ler teoria. Até mesmo para estudar teoria, o modo escrito é 25% mais eficiente que as aulas presenciais.

"Conseguimos saber o que o aluno bem-sucedido faz e orientamos os demais a seguir o mesmo caminho. O que atrapalha o rendimento também é mapeado, dizemos aos nossos alunos o que não fazer", afirma Victor Maia, que já foi concurseiro.
 
Para acertar de fato no método de estudo, é necessário avaliar como anda a sua proficiência. Isso ocorre porque os métodos de aprendizagem mais eficientes, como os resumos, são os que exigem as maiores proficiências. Um iniciante, por exemplo, não consegue fazê-los. A ferramenta é capaz de calcular isso automaticamente e ajudar o aluno a migrar dos modos mais simples e menos eficientes para os mais efetivos e menos acessíveis.
 
 Victor Maia, CEO da EduQC, diz que estudos que se encaixam no dia a dia deixam a prática mais fácil(foto: Arquivo Pessoal)
Victor Maia, CEO da EduQC, diz que estudos que se encaixam no dia a dia deixam a prática mais fácil (foto: Arquivo Pessoal)
 
 
Victor Maia ainda pontua que quem estuda cinco dias é melhor do que quem estuda quatro. "E quem estuda seis é melhor do que quem estuda cinco. Mas quem estuda sete não ganha nada em relação a quem estuda seis e, inclusive, pode se sair até um pouco pior." Isso se dá porque há um limite físico até para os estudos. O máximo para um bom aprendizado é de seis dias na semana, respeitando sempre um intervalo para descansar a mente indo ao cinema ou praticando esportes, por exemplo.

PORTUGUÊS GRATUITO Após toda essa preparação, como se organizar nas vésperas da prova? Na reta final, o candidato já deve ter resumos próprios de todos os assuntos. Assim, fica mais fácil saber quais conteúdos devem ser revisados, pois o aluno sabe com propriedade sobre o que entende mais ou menos. Ele deve, ao errar (ou não lembrar) uma questão, buscar a explicação nos seus resumos e só recorrer ao material didático formal caso não encontre. Com isso, o próprio conteúdo de revisão fica constantemente atualizado nos pontos mais importantes.

Já para o dia anterior à prova, segundo Victor Maia, o ideal é descansar, praticar algum exercício físico e até ir ao cinema. "Tudo o que precisava ser estudado, já foi. O corpo precisa de um descanso para conseguir processar tudo aquilo que já foi visto e ter disposição durante a prova, que é bastante extensa e cansativa. Então, o ideal é ingerir alimentos mais leves, ver um filme e praticar algum esporte de baixo impacto".

Para quem busca ingressar em cargos públicos, o EduQC atende as áreas administrativa, bancária, contabilidade, controle, diplomacia, engenharia civil, exame da OAB, fiscal, jurídica, legislativa, policial, tributária e TI.

Para cadastrar-se para esses planos e para o curso de português gratuito basta acessar https://maquinadeaprovacao.com.br/. A plataforma também tem um plano gratuito de estudo para concurseiros: "Sem Grana"

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade