Publicidade

Estado de Minas EMPREGO

Intercâmbio profissionalizante pode impulsionar sua carreira

Especialista explica os benefícios de fazer um curso no exterior voltado para a área de atuação


postado em 13/12/2018 09:00 / atualizado em 13/12/2018 15:13

(foto: stokpic/Pixabay)
(foto: stokpic/Pixabay)

 
Buscar novos caminhos para continuar se capacitando dentro do mercado de trabalho é algo que todo profissional deve fazer, seja para ingressar em um novo emprego ou para construir uma carreira de sucesso. Uma excelente opção para alcançar esse objetivo, e que inclui, além do up no currículo, o bônus de melhorar um segundo idioma, criar um network qualificado e ainda poder conhecer um novo país, são os cursos profissionalizantes no exterior.

Em um mundo cada vez mais globalizado, a experiência internacional tem se tornado um diferencial no momento de preencher uma vaga de trabalho, ainda mais com o crescimento do número de empresas se internacionalizando. Segundo levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV), houve aumento de 47% de operações no exterior ligadas a companhias brasileiras entre 2015 e 2018.

A especialista da CI Intercâmbio e Viagem, Luiza Vianna, explica as vantagens de ter um intercâmbio no currículo: "Não é só o benefício de ganhar a fluência no idioma, mas sim de se tornar um cidadão global, apto para viver com diferenças, pensar em outras formas de resolver problemas e apresentar novas ideias".

Nos cursos profissionalizantes no exterior, o estudante terá aulas voltadas para negócios dentro do campo de atuação. O intercambista vai aprimorar o inglês e ainda vivenciar assuntos relacionados a áreas como marketing, gerenciamento de projetos, gestão de negócios, entre outros.

Um exemplo são os cursos para ganhar um Certificado Profissional da Stafford House. "Eles são ideais para quem deseja aumentar as habilidades de comunicação no idioma em situações de negócios, adquirir experiências de trabalho em equipe multicultural e aprender mais da sua área de atuação, fortalecendo o currículo", enfatiza Luiza Vianna.

O programa promove conversas com profissionais de empresas do ramo, visitas técnicas, projetos em equipe e casos de negócios. “Tudo isso ajudará a criar um portfólio com as realizações do aluno”, comenta. 
"No final da experiência, o intercambista vai se sentir mais preparado para encarar o mercado de trabalho. A fluência no idioma, o ensino de qualidade e as novas habilidades adquiridas farão dele um profissional completo”, finaliza Luiza Vianna.
 
VEJA OS BENEFÍCIOS:

Desenvolver o lado profissional
O primeiro benefício do curso profissionalizante é o de preparar para o mercado de trabalho na área de atuação do intercambista. O aluno terá a chance de aprender com professores experientes, líderes empresariais locais e novos empreendedores, compartilhando experiências e conhecimento do mundo dos negócios, tudo para impulsionar a carreira dele.

Criar um networking internacional qualificado
Criar um networking qualificado é uma ferramenta importante para o sucesso profissional. De acordo com a EY, uma das maiores empresas de serviços profissionais do mundo, 41% dos profissionais gostariam de aumentar sua rede de contatos, mas acham que não têm tempo suficiente para fazer isso. O intercâmbio pode ser o momento ideal para fazer boas conexões.

Desenvolver “soft skills”
O intercâmbio não desenvolve apenas "hard skills", como o idioma e questões técnicas, mas também as "soft skills". A experiência de viver no exterior ensina a pessoa a ter resiliência, empatia, pensamento crítico, capacidade de resolver problemas, entre muitas outras habilidades esperadas pelas empresas no mercado atual. O intercâmbio vai fazer com que o profissional se conheça mais e desenvolva novas habilidades pessoais e sociais.

"No final da experiência, o intercambista vai se sentir mais preparado para encarar o mercado de trabalho. A fluência no idioma, o ensino de qualidade e as novas habilidades adquiridas farão dele um profissional completo”, finaliza Luiza Vianna.

Conheça as opções de cursos: 


 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade