Publicidade

Estado de Minas

Especialista da Bovespa Bruno Dias ensina como investir em ações em tempos de crise


postado em 29/05/2019 13:07

Bruno Dias  Foto: Marcio Azevedo / CInho Jones Fotografia
Bruno Dias Foto: Marcio Azevedo / CInho Jones Fotografia

Na Bolsa de Valores são negociadas ações de empresas dos mais diversos setores como um meio para as empresas captarem recursos para investir em si mesmas, onde cada empresa vende um pedaço de sua participação para pessoas ou outras empresas em troca do dinheiro delas. E apesar da volatilidade e do risco, investir na Bolsa pode vir a ser uma boa alternativa em tempos de crise.

O trader e especialista em Bolsa de Valores Bruno Dias desmitifica o funcionamento da Bolsa de Valores e fala sobre o conceito básico do mercado de ações: "No Brasil, a única bolsa de valores em operação é a BOVESPA, situada em São Paulo. A Bolsa de Valores é o local aonde são negociadas as ações, que são pequenos pedaços de uma empresa. É como se a empresa fosse dividida em 1.000.000 de pedaços, que representam as ações, e você comprasse um ou mais pedaços dela. Ao se tornar detentor de um pedaço da empresa, você se torna sócio dela. Sendo sócio você tem direito aos lucros que ela distribui e, em alguns casos, direito a voto nas assembleias".

Bruno Dias acredita que o brasileiro poderia investir mais no mercado de ações e colher bons frutos disso a longo prazo : "Aqui no Brasil, ainda não existe a cultura de investir na bolsa, muitas vezes por ser considerado um investimento de alto risco. Algo que as pessoas não levam em conta é que o risco está bastante associado com o prazo. Estudos do mercado mostram que as ações tiveram retornos maiores que qualquer outro investimento no longo prazo, ou seja, é preciso ter paciência e saber que investir em ações requer estratégia". 

A seguir, o especialista explica quais são os primeiros passos pra quem deseja investir, riscos, oportunidades e como investir na bolsa:

Bruno Dias ensina como funciona o mercado de ações  Foto: Márcio Azevedo / Cinho Jones Fotografia
Bruno Dias ensina como funciona o mercado de ações Foto: Márcio Azevedo / Cinho Jones Fotografia

O que saber antes de começar a investir?

Para você começar investir na bolsa, é necessário ter conhecimento para entender a dinâmica do Mercado, saber como os big players regem o mercado, que são megacorporações que têm cacife para jogar os preços dos ativos para cima e para baixo. Conhecimento é mais valioso do que ter um alto capital para iniciar, pois justamente no Day-trade, que é uma operação de curtíssimo prazo que se baseia na compra e venda do ativo no mesmo pregão, conseguimos sim alavancar um capital pequeno. Buscar conhecimento disso é o primeiro passo.

Riscos e oportunidades

A crise é um bom momento para investir, pois as algumas ações são negociadas a preços mais baixos. Enxergar a oportunidade e apostar na crescida e na recuperação pode vir a render bons frutos. Mas é preciso ter em mente que o mercado Financeiro é um mercado de alto Risco, isso falando de day-trade, uma forma de investimento em renda Variável. Logo, também existe o risco do prejuízo. É preciso levantar os riscos versus as oportunidades e analisar bem. uma outra coisa importante para começar investir na Bolsa é ter um Gerenciamento de Capital obtendo consistência nesse Mercado de Probabilidades.

Quanto devo investir para começar?

Não existe um valor mínimo para investir na bolsa de valores. Recomendo para quem possui valores abaixo de 1000 Reais de investimento inicial que comece investindo em fundos. Assim os custos não serão tão altos e não irão corroer a sua rentabilidade.

O Segredo para ser bem sucedido na Bolsa

Muitos dizem que o Mercado é soberano, que ele faz o que quer, então precisamos sim ter um bom Gerenciamento, pois tudo pode acontecer. Não existe 100% de certeza no mercado de ações. Uma coisa que você precisa saber é que para ingressar na Bolsa, não se deve ter preguiça, pois para se destacar é necessário dedicação, foco dentro do mercado e por fim uma conta numa Corretora para que possa através de um home broker ser intermediário entre você e a Bolsa.


Publicidade