UAI
Publicidade

Estado de Minas PLANEJAMENTO COM GASTOS

O que fazer com o 13º salário? Confira dicas de especialistas

Trabalhador deve priorizar o pagamento de eventuais dívidas e guardar uma parte do dinheiro para casos de emergência


01/12/2021 14:41 - atualizado 01/12/2021 15:16

Homem contando notas de dinheiro
Para os especialistas, os consumidores devem resistir à tentação de gastar o 13° com presentes de Natal e investir em planejamento financeiro (foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil )
A primeira parcela do 13º salário foi depositada nas contas dos trabalhadores nessa terça-feira (30/11). Aposentados e pensionistas já receberam as duas parcelas do ano, em virtude de o governo federal ter antecipado o pagamento por causa da pandemia de COVID-19.

 

 


No ano passado, segundo o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o 13º salário injetou mais de R$ 215 bilhões na economia brasileira nos dois últimos meses de 2020. Neste ano, a estimativa é de alcançar a marca de R$ 200 bilhões. Em Minas, o recurso é da ordem de R$ 21,4 bilhões.
 
Com o dinheiro na conta e as festas de fim de ano chegando, é preciso planejamento para gastar o dinheiro da melhor maneira e evitar dor de cabeça no futuro. 

Para o coordenador do Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Marcelo Barbosa, a primeira preocupação dos consumidores nesse momento deve ser com o pagamento de eventuais dívidas. 

Devido à crise econômica, milhões de pessoas tiveram que recorrer a empréstimos nos últimos anos. Dados da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostram que o número de brasileiros endividados em outubro deste ano chegou a 74,6% das famílias. Esse percentual é 8,1 pontos mais alto que o registrado em outubro do ano passado.

Segundo Barbosa, é muito difícil para o consumidor equilibrar suas finanças se houver débitos em atraso. “Com o dinheiro do 13º salário, o cidadão deve fazer o maior esforço possível para se livrar das dívidas, até porque, com o dinheiro na mão, dá para negociar condições mais favoráveis de pagamento, obtendo descontos significativos”, lembra ele.

Outra boa ideia é fazer a portabilidade da dívida para uma instituição financeira que ofereça juros mais baixos.

Planejamento financeiro


O diretor executivo do Sicoob Central Crediminas, Elson Rocha Justino, acredita que o momento é de cautela para usar bem o dinheiro. O primeiro passo, para o especialista, é colocar no papel o valor do salário líquido e não bruto. 

Ele ensina que a pessoa deve colocar em uma planilha ou em uma folha de papel quais são seus gastos mensais. Em seguida, ela deve listar suas dívidas. O 13º pode ser colocado na terceira coluna desta tabela. Ao final, a pessoa observa o quanto vai sobrar e qual sua margem para gastos no mês.

“O planejamento financeiro é aquela tarefa árdua, que a gente sempre diz que quanto mais cedo começar, melhor. Agora é o melhor momento para parar, olhar a sua situação e pensar e planejar as suas finanças”, acrescenta o educador financeiro do Centro Cooperativo Sicoob, Eduardo Souza Trigueiro.

A cooperativa oferece um serviço de planejamento financeiro, as Clínicas Financeiras Virtuais do Sicoob. É um serviço gratuito, simples e rápido, em que qualquer pessoa pode obter orientações com especialistas para organizar as finanças.

As dicas são oferecidas por orientadores financeiros, que dão consultorias individuais e gratuitas. As consultas são agendadas diretamente pelo site Clínicas Financeiras Virtuais, pelo WhatsApp (61) 3217-7311 ou pelo e-mail clinicasfinanceiras@sicoob.com.br

Cuidado com as compras de Natal 


Os especialistas alertam os consumidores a ficarem atentos nas compras de presentes de Natal. Afinal, não adianta quitar dívidas antigas para fazer novas. Nesse caso, a orientação do coordenador do Procon Assembleia é elaborar uma lista enxuta de pessoas para quem se deseja presentear e colocar um limite no valor total dos produtos. 

“O Natal de muitas famílias tem sido no sistema 'amigo oculto', no qual há um sorteio e cada integrante ganha e oferece apenas um presente, de forma que todos são contemplados igualmente”, sugere Marcelo Barbosa. Dessa forma, ninguém se aperta financeiramente, já que o valor máximo dos presentes é combinado antes entre os familiares.

Em janeiro chegam as contas 


Os consumidores devem ficar atentos ainda ao fato de que em janeiro devem chegar os boletos do IPVA, do IPTU e das matrículas escolares.

“O recurso (13° salário) acaba estimulando muita gente a gastar. Porém, é importante lembrar que no começo do próximo ano já temos compromissos financeiros, como o pagamento de impostos e, para quem tem filhos, há os gastos escolares”, alerta Justino.
 
Por isso, uma parcela do 13º salário deve ser reservada para essas despesas. Segundo ele, o fim do ano é o momento ideal para repensar os gastos e começar a se planejar financeiramente para os próximos 365 dias. “Acredito que uma das várias lições que a pandemia da Covid-19 nos deixou é a importância de ter uma reserva e isso se faz com planejamento financeiro”, observa. 

Por isso, depois de todos esses cuidados, se ainda sobrar algum dinheiro, a orientação é que o consumidor o mantenha em alguma aplicação financeira e só utilize em caso de emergência. 

“Ter uma poupança é muito importante para enfrentar situações inesperadas sem a necessidade de recorrer a empréstimos bancários”, ensina Marcelo Barbosa. Com tudo isso, ele afirma que fica mais fácil manter o orçamento familiar equilibrado durante todo o ano.
 
Veja dicas dos especialistas de como usar o 13° salário:   

- Pense antes de gastar. Você vai mesmo precisar de um determinado produto?

- Faça um planejamento financeiro, pode ser no computador ou mesmo em um caderno;

- Não gaste tudo de uma vez;

- Pense em poupar parte do dinheiro e fazer uma reserva de emergência;

- Quite suas dívidas essenciais, em especial, as que têm os juros mais altos;

- Guarde o necessário para pagar as contas de início de ano;

- Na hora de comprar, pesquise bastante e peça desconto; 
 
*Estagiária sob supervisão  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade