UAI
Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Velocidade de adoção do Pix foi a mais rápida do mundo, aponta Pinho de Mello


16/11/2021 15:06

Em um balanço de um ano do Pix, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, João Manoel Pinho de Mello, destacou que só dois países têm mais transações por sistemas de pagamentos instantâneos por habitante do que o Brasil: a Dinamarca e a Suécia.

"Dois países escandinavos que adotaram sistema de pagamentos instantâneos um há quase 5 anos e o outro há 7 anos. A Escandinávia é um local usado como força de adoção de pagamentos instantâneos."

Pinho de Mello ainda destacou que a velocidade de adoção do Pix foi a mais rápida do mundo. Ele lembrou que o BC não tinha uma meta quantitativa no lançamento do Pix, mas que o sistema brasileiro superou, no período de um ano, a quantidade de transações per capita do Chile, que, até então, era o país que tinha velocidade de adoção mais rápida da ferramenta.

O Pix já somou 7 bilhões de transações em um ano, com recorde diário no dia 5 deste mês, de 50 milhões de operações. Em outubro, foram quase 1,2 bilhão em transações, com um volume financeiro de R$ 580 bilhões. "O ritmo de crescimento do Pix não parece diminuir."

Pinho de Mello ainda afirmou que já há 762 instituições que participam do Pix, quase a totalidade das contas transacionais do País.

Pinho de Mello participou da live (R)evolução Pix, em comemoração de um ano do sistema de pagamentos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade