Jornal Estado de Minas

TURISMO

ALMG discute projeto de trem turístico Belvedere-Olhos D'Água

Nesta quinta-feira (9/9), a Assembléia Legislativa de Minas (ALMG) discutiu em audiência o projeto de implantar uma linha ferroviária ligando Belo Horizonte a Brumadinho no Museu de Inhotim, além de aumentar os ambientes de lazer nos bairros Belvedere e Olhos d’Água.




 
De acordo com o deputado estadual João Leite (PSDB), o objetivo do projeto é fomentar o turismo em Belo Horizonte e oferecer maior conforto e mobilidade para os turistas que já visitam a capital e todos os pontos turísticos de Minas.
 
Elias Tergilene, fundador do Shopping Uai, da Augusta Móveis e da Fundação Doimo, apresentou o projeto do trem turístico Belvedere-Olhos d'Água, que ligará os dois bairros, além de oferecer um local com mirantes, boa gastronomia e diversos atrativos para os turistas.
 
No projeto, o trem fará o transporte dos visitantes pelos locais de lazer, serras e belezas naturais de BH. A intenção é ligar esta linha até o Museu de Inhotim, em Brumadinho. Será possível, também, ver todas as belezas da Serra do Curral.




 
Segundo o arquiteto Afonso Walace Guimarães Oliveira, o projeto vai reforçar o maior símbolo de Minas - no caso, o trem e as linhas ferroviárias. "Será criado também um museu do trem neste parque, para contar toda a história dessa referência do estado", explica.
 
Além de facilitar a mobilidade de quem vem a Belo Horizonte, a expectativa é gerar milhares de novos empregos e ganhos na economia de Minas e de BH.
 
Segundo a ALMG, o projeto já está em análise há mais de três anos. O deputado João Leite (PSDB) encerrou a audiência informando que ideias, projetos e propostas do Parque Ferroviário seraõ enviados ao governo federal.
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 
 

audima