Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Para IBGE, desempenho da indústria reflete recrudescimento da pandemia


02/06/2021 13:29

O recrudescimento da pandemia de covid-19 no País e os problemas na demanda doméstica afetaram diretamente o desempenho da indústria em abril, que recuou 1,3% em relação a março, afirmou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A produção diminuiu pelo terceiro mês seguido, período em que acumulou uma perda de 4,4%, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal do IBGE.

"Mais do que o resultado negativo em si, a gente observa claramente um predomínio de taxas negativas. Isso de alguma forma reforça o que a gente vinha colocando em meses anteriores, o recrudescimento da pandemia e todos os efeitos que isso traz para o setor produtivo", disse André Macedo.

Na passagem de março para abril, houve perdas na produção em 18 das 26 atividades investigadas. Segundo André Macedo, a piora da pandemia afetou a indústria pela dificuldade no acesso a matérias-primas e pela elevação dos custos de produção.

Ao mesmo tempo, uma série de fatores associados à demanda doméstica também atrapalham o setor industrial, como a reedição tardia do auxílio emergencial e em valor mais baixo que o do ano passado, a inflação em patamar elevado e o alto nível de desemprego no mercado de trabalho.

"São fatores que já vêm há algum tempo e explicam essa perda de ritmo que o setor industrial vem mostrando nos últimos meses", disse o gerente do IBGE.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade