Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Impacto da pandemia ocorreu de maneira desigual entre famílias dos EUA, diz Fed


17/05/2021 14:15

O impacto da pandemia de coronavírus nas finanças de famílias dos Estados Unidos ocorreu de maneira desigual, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira, 17, pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano). Segundo o levantamento, conduzido no quarto trimestre de 2020, cerca de 25% dos entrevistados disseram estar em situação econômica pior do que no ano anterior.

Os resultados, contudo, divergiram de acordo com o nível educacional dos participantes. Quase 90% dos adultos com graduação superior relataram estar minimamente confortáveis financeiramente no período.

Já entre aqueles com menos que um diploma escolar, essa incidência caiu para 45%.

Menos de dois terços dos negros disseram estar pelo menos "OK" economicamente, comparado com 80% para brancos.

"Esta nova pesquisa nos dá detalhes valiosos sobre os desafios financeiros que as famílias enfrentaram durante a pandemia", disse a diretora do Fed Michelle Bowman. "Mesmo com a melhora da economia, certamente podemos ver que alguns ainda estão lutando, especialmente especialmente aqueles que perderam seus empregos e aqueles com menos educação, muitos dos quais ficaram ainda mais para trás. Ajudar famílias e comunidades foi um objetivo central da resposta do Federal Reserve à pandemia", acrescentou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade