Publicidade

Estado de Minas INSTABILIDADE NACIONAL

Em dia de CPI da COVID, dólar dispara e Ibovespa cai

O dólar abriu o dia em alta de 1,04%, cotado a R$ 5,4749, enquanto o principal contrato de dólar futuro ganhava 0,55%, a R$ 5,4865


04/05/2021 10:41 - atualizado 04/05/2021 11:51

(foto: PIXABAY)
(foto: PIXABAY)

O dólar abriu nesta terça-feira (04/5) em forte alta contra o real, acompanhando a recuperação da moeda norte-americana no exterior, à medida que os investidores domésticos ficavam de olho no Congresso em dia de agenda cheia.

Há pouco, o dólar subia 1,04%, cotado a R$ 5,4749, enquanto o principal contrato de dólar futuro ganhava 0,55%, a R$ 5,4865.

Nesta sessão, o Banco Central fará leilão de swap tradicional para rolagem de até 15 mil contratos com vencimento em novembro de 2021 e março de 2022.

Instabilidade


Preocupam o mercado financeiro a instabilidade provocada pelos desdobramentos dos primeiros depoimentos na CPI da COVID dos ex-ministros da Saúde  Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, nesta terça-feira (04/05), respectivamente. A reunião da CPI começou às 10h desta terça-feira.

Ambos os ex-ministros da Saúde deixaram o cargo por divergências com Bolsonaro nas medidas de combate à pandemia e suas declarações podem trazer volatilidade ao mercado

Além disso, o câmbio abre com instabilidade hoje também devido às expectativas com a apresentação do relatório da Reforma Tributária, prevista para as 15 horas.

Bolsa de valores


O Ibovespa recua em dia de cautela no exterior e agenda cheia no Congresso Nacional,em Brasília, com a CPI da COVID e a apresentação do relatório da Reforma Tributária.

As bolsas europeias se firmaram em queda, depois de oscilarem em torno da estabilidade durante a manhã, acompanhando a hesitação nos EUA com a divulgação de dados abaixo do esperado nessa segunda-feira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade