Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Índice de Basileia do sistema atinge 16,9% em dezembro de 2020, revela BC


27/04/2021 11:01

Em meio aos impactos da pandemia do novo coronavírus na economia, o Índice de Basileia do Sistema Financeiro Nacional (SFN) atingiu 16,9% em dezembro de 2020, ante uma taxa de 16,3% verificada em junho. Os dados são do Relatório de Estabilidade Financeira (REF), divulgado nesta terça-feira, 27, pelo Banco Central.

O Índice de Basileia é um conceito internacional, definido pelo Comitê de Basileia, que estabelece uma relação mínima entre o Patrimônio de Referência (PR) e os ativos ponderados pelo Risco (RWA) dos bancos.

No Brasil, o índice a ser obedecido é de 8%. O porcentual significa que, para cada R$ 100,00 que um banco empresta, a instituição precisa ter R$ 8,00, levando-se em consideração o nível mínimo regulatório.

O índice divulgado nesta terça pelo Banco Central tem como referência o mês de dezembro no ano passado - já durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, que se intensificou a partir de março.

"O capital do SFN aumentou tanto em quantidade quanto em qualidade. A retenção de resultados, incentivada por vedações impostas à remuneração do capital, foi o principal motor para a recuperação dos índices de solvência do sistema no semestre. O lucro auferido foi superior ao da primeira metade do ano, mas o percentual de distribuição de dividendos foi reduzido tendo em vista as restrições da regulamentação", destacou o BC.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade