Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Não podemos ter reação exagerada aos dados de inflação, alerta presidente do Fed


14/04/2021 16:52

O presidente do Federal Reserve (Fed) de Nova York, John Williams, afirmou nesta quarta-feira, 14, que "não podemos ter reação exagerada aos dados de inflação", e que o foco da autoridade monetária é atingir as metas de máximo emprego e estabilidade nos preços. "Ainda estamos longe do pleno emprego" nos Estados Unidos, apontou o dirigente. Ele também disse, durante evento da Sociedade Financeira de Rutgers, que "ainda há longo caminho para economia se recuperar e tirarmos estímulos".

O dirigente acredita que a inflação ficará próxima da meta de uma média de 2%, e que o Fed sabe "lidar" com a situação caso os preços chegarem a ficar muito altos, o que ele não espera que aconteça, apesar da "volatilidade" e "incerteza" do atual cenário. Segundo Williams, a "última década mostrou que podemos ter crescimento forte sem gerar inflação". Ele também lembrou que "não teremos juros em 0% para sempre. A ajuda para economia não será eterna".

O dirigente ressaltou que "tudo depende do vírus e da vacinação", mas se mostrou otimista com a economia do país. Segundo Williams, os estímulos fiscais aprovados recentemente "são soma extraordinária", e devem "estimular a recuperação". Com a vacinação em progresso contra a covid-19, "temos visão de que voltaremos ao normal em um ano ou dois", incluindo a retomada empregos aos níveis de antes da crise.

Segundo o dirigente, antes das vacinas se mostrarem efetivas, chegou a haver um temor de que o impacto negativo da pandemia pudesse durar por mais tempo, mas, com a imunização, o cenário para a retomada se apresenta mais favorável.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade