Publicidade

Estado de Minas Criseno Brasil

Depois de queda recorde, PIB cresce 7,7% no terceiro trimestre

Com o resultado, economia do país ainda se encontra no mesmo patamar de 2017, com uma queda acumulada de 5% de janeiro a setembro


03/12/2020 09:12 - atualizado 03/12/2020 10:05

(foto: AgendaSette/Divulgação)
(foto: AgendaSette/Divulgação)

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro registrou alta de 7,7% no terceiro trimestre de 2020 ante o segundo trimestre, informou nesta quinta-feira, 3, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).



O resultado veio abaixo da mediana das estimativas, de 8,80%, e perto do piso do intervalo das previsões, de 7,40%, dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast. O teto das projeções era 9,50%.

Na comparação com o terceiro trimestre de 2019, o PIB apresentou queda de 3,9% no terceiro trimestre de 2020, maior que a mediana das projeções (-3,50%, em intervalo de -4,90% a -2,20%).

Ainda segundo o instituto, o PIB do terceiro trimestre de 2020 totalizou R$ 1,9 trilhão.

Os técnicos do IBGE concedem entrevista dentro de instantes para comentar os resultados.

Resultado pífio

O anúncio desse resultado hoje pelo IBGE sinaliza que a economia brasileira reverteu parte das perdas com a fase mais aguda da pandemia de coronavírus.

Os dados revelam ainda que a alta foi insuficiente para compensar o colapso do PIB no 1º trimestre (-1,5%) e no 2º trimestre (-9,6%), que mergulhou o país em uma nova crise e provocou um desemprego recorde.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade