UAI
Publicidade

Estado de Minas Economia

Black Friday: veja os produtos que tiveram maior desconto em 2019

Normalmente, as melhores ofertas estão em produtos menos desejados na lista de compras, mas mesmo assim o desconto compensa o investimento na Black Friday


12/11/2020 10:27 - atualizado 12/11/2020 10:29

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)

 
Black Friday 2020 está chegando. Por isso, muita gente já fez a lista de compras para aproveitar as ofertas. Mas não custa nada dar uma olhada nos maiores descontos das temporadas passadas, como na Black Friday 2019. Afinal de contas, é bem possível que os varejistas repitam a dose.

A boa notícia é que os descontos anunciados podem chegar a 80% do valor original, mas a má notícia é que os maiores abatimentos são em produtos menos procurados pelo grande público. 

Para se ter uma ideia, em 2018, o maior desconto foi na categoria de livros, que atingiu 77% off. Em contrapartida, a Black Friday 2019 teve surpresas, como smartphones iPhone vendidos a menos de R$ 1.000,00 nas lojas on-line. 

E, por falar em vendas on-line, elas devem superar as expectativas nesta edição, como você pode ver a seguir.
 

Black Friday 2020: toda a atenção no e-commerce


Viveremos a primeira Black Friday após a pandemia da COVID-19. E isso, inevitavelmente, deve interferir nas vendas. Afinal de contas, para se ter uma ideia, a Black Friday 2019 faturou R$ 3,2 bilhões nas vendas on-line, segundo levantamento da Ebit | Nielsen.

No entanto, no mês de abril de 2020, pico da quarentena no Brasil, o e-commerce vendeu R$ 9,4 bilhões no país. Isso porque muitos brasileiros que ainda não compravam pela internet mudaram os hábitos de consumo por causa do isolamento social. 

Embora as lojas físicas e shoppings já tenham reaberto, a previsão é de que as lojas on-line atraiam os consumidores com ofertas tentadoras. Um dos indicativos é o bombardeio de e-mails e anúncios nas redes sociais sobre as ofertas antecipadas das grandes redes, como Magalu, Submarino, Amazon e muitos outros. 

Produtos: smartphones e eletrônicos estão nas listas de desejos 


Qualquer real economizado na compra de um item desejado já é uma vantagem para o consumidor. Ainda mais quando consideramos que houve muitas perdas salariais e desemprego em 2020 por causa da pandemia. 

Sendo assim, por mais que os descontos não sejam surpreendentes na linha de smartphones e eletrônicos, eles devem seguir a tendência da Black Friday 2019 e despontarem novamente como os mais cobiçados. 

Nesse sentido, veja a lista do Méliuz (site de cashback) dos produtos mais procurados pelos consumidores em tempos de promoção: 

  • celulares e smartphones;
  • iPhone;
  • notebook;
  • roupas e calçados;
  • TVs e Smart TVs;
  • PS4;
  • Xbox One;
  • geladeira e eletrodomésticos;
  • viagens.

Portanto, se você é da turma dos amantes de smartphones, o recomendado é escolher o modelo e a marca, se cadastrar nos sites preferidos, acompanhar a evolução dos preços e fechar o pedido no dia da Black Friday 2020. 

Marque na agenda: a data oficial da Black Friday é 27 de novembro. As lojas costumam antecipar as ofertas, porém, reservam as melhores promoções para a sexta-feira. 

Descontos: o que saiu mais em conta nas temporadas passadas 


Como você notou, o volume de ofertas aumenta em novembro. E isso não é exclusividade da Black Friday 2020. Segundo o site Promobit, o número de promoções na temporada de 2018 aumentou 124%. 

Mas onde estão os melhores preços? Motivada por essa dúvida, a equipe do Promobit levantou as categorias com os maiores descontos e chegou à seguinte conclusão: 

  • livros físicos e digitais: 77% de desconto;
  • eletrodomésticos: 51%;
  • informática: 42%;
  • câmeras, filmadoras e drones: 39%;
  • eletrônicos, áudio e vídeo: 32%;
  • relógios e joias: 27%;
  • smartphones: 21%. 

Dessa forma, os descontos dos produtos mais desejados, como smartphones e eletrônicos, caem até um terço do valor praticado antes da Black Friday. Nesse sentido, é bom ficar atento e acompanhar a evolução dos valores até a data de descontos. Sites como o Zoom fazem esse monitoramento. 

Ofertas: “negócios da China” da Black Friday 2019 


Só para você se inspirar para as compras deste ano e comparar os preços, acompanhe a seguir uma relação das melhores ofertas praticadas na Black Friday 2019, que caiu em 29 de novembro. O levantamento foi feito pelo site Canaltech. Confira: 

  • iPhone 6s 32GB: R$ 919,28;
  • iPhone 11 Pro 64GB: R$ 5.199,20;
  • 16un de pilha alcalina AA Duracell: R$ 19,90;
  • 12 meses de Pacote Office 365 Personal: R$ 59,90;
  • smartwatch Samsung Watch Active Galaxy: R$ 699,00;
  • iPhone 8 Apple 64GB: R$ 2.159,00;
  • caixa de som bluetooth JBL Flip 4: R$ 299,00;
  • câmera Digital Canon 18MP EOS Rebel T100: R$ 1.043,10;
  • monitor LED 25” Gamer LG 25UM58: R$ 506,92;
  • God of War - PlayStation 4: R$ 59,90;
  • Live Gold Xbox - 3 Meses: R$ 29,90;
  • Apple Watch Nike+ Series 4 40mm: R$ 1.838,70;
  • Smart TV 55" Philco PTV55F61SNT Ultra HD 4K: R$ 1.452,73;
  • monitor Gamer Acer KG241 24" Full HD 75Hz 1ms: R$ 599,00;
  • patinete elétrico Freego ES06C: R$ 565,38;
  • iPhone 11 64GB: R$ 3.599,20;
  • smartphone Huawei P30 Lite 128GB Preto: R$ 1.169,10;
  • mouse sem fio M170: R$ 29,90.

Agora, com uma noção melhor dos preços adotados na Black Friday 2019, é hora de se programar para a edição deste ano. Desse modo, veja a seguir como não vacilar na hora da compra. 

Black Friday 2020: programe-se para aproveitar as ofertas 


A dica principal dos especialistas é se programar para a Black Friday 2020. Assim, você consegue diminuir o risco de fazer compras por impulso, aproveitar bem as promoções e não cair em armadilhas.

Além disso, fique atento à segurança do site, à forma de pagamento e ao prazo de entrega. Acompanhe mais orientações abaixo: 
 
  • prepare uma lista de compras com antecedência, priorizando os itens de desejo; 
  • não esqueça de inserir as compras de Natal para, assim, aproveitar as ofertas; 
  • faça o seu cadastro prévio nas lojas preferidas para ganhar tempo no dia da Black Friday; 
  • use mais de um navegador para melhorar a velocidade da sua internet no ato da compra; 
  • se encontrar irregularidades na data, denuncie a loja no site Reclame Aqui; 
  • só compre em sites com protocolo de segurança (com cadeado no início da URL); 
  • evite pagamentos em boleto porque o risco de fraudes é maior; 
  • pesquise sobre a reputação da loja (consulte o site da Ebit); 
  • pesquise os preços anunciados nos sites de comparação, como Zoom e Buscapé. 

Concluindo, é importante pesquisar sobre os maiores descontos praticados na Black Friday 2019 para ter uma noção de até quanto pagar por um produto na Black Friday 2020, além de se cercar de todos os cuidados para, assim, fazer bons negócios. 

Portanto, pesquisar e se programar para as compras são conselhos de ouro para a época atual. E se você deseja saber mais detalhes sobre as compras na Black Friday não deixe de consultar a editoria especial sobre este tema clicando aqui


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade