Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Mourão: Impacto da pandemia seria igual à da grande depressão e da crise de 2008


28/10/2020 16:51

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que as evidências apontam que o choque econômico causado pela pandemia da covid-19 será, ao menos, da proporção da grande depressão e da crise financeira de 2008. Segundo ele, é improvável que uma solução para a situação sanitária solucione imediatamente todas as consequências.

As declarações foram dadas durante participação em evento promovido pela Associação de Terminais Portuários Privados (ATP). O 7º Encontro ATP tem como tema "Liberdade de Empreender".

"Não se sabe ao certo ainda a extensão dos danos econômicos e se já chegamos ao limite tolerável em termos de recessão. Acumulam-se evidências de que o choque econômico gerado pelo novo coronavírus é, pelo menos, tão grande quanto aquele vivenciado na grande depressão, no começo do século passado, e na recente crise financeira global", disse.

Durante sua fala, o vice-presidente ponderou que a pandemia trouxe desafios ao mundo que já enfrentava outros impactos. "É verdade que o choque atual incide sobre uma economia que já enfrentava certa desaceleração", afirmou. Ele citou as estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI), que prevê recuo de 4,4% na economia mundial neste ano.

Ele afirmou ainda que dados também mostram os impactos de grandes proporções da crise nas atividades de produção e vendas. Citou como exemplo o número alto de pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos. Já na Eurozona, segundo ele, os efeitos no mercado de trabalho têm sido mais amenos devido às políticas econômicas para evitar demissões em massa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade