Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Senado inicia sessão que pode mudar regras para tributar variação cambial


postado em 08/07/2020 17:04

O Senado iniciou nesta quarta, 8, sessão remota para votação da Medida Provisória 930, que trata de mudanças na tributação de investimentos feitos por instituições financeiras brasileiras no exterior.

O texto, aprovado na semana passada pela Câmara, torna possível aos bancos com investimentos no exterior diminuírem a proteção cambial, o "hedge", usada para compensar prejuízos com a variação do dólar. A regra vale para sociedade controlada, coligada, filial, sucursal ou agência no exterior.

A proposta tem o objetivo de diminuir a exposição dos bancos com investimento no estrangeiro à volatilidade cambial dos últimos meses, provocada pelos efeitos da pandemia de covid-19 na economia.

Pela MP, a variação cambial da parcela com hedge do investimento deverá ser computada na determinação do lucro real e na base de cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CLSS).

Também estão na pauta outros dois projetos que favorecem a causa feminina. Uma das propostas estabelece que condôminos, locatários e síndicos informem às autoridades os casos de violência doméstica e familiar contra mulher que tenha conhecimento. O texto também aumenta a pena do crime de omissão de socorro nesses casos.

Outro projeto a ser analisada dá prioridade para mulheres chefes de família no recebimento do auxílio emergencial quando houver informações conflitantes a respeito da guarda das crianças e o pai também se declarar responsável pelos filhos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade