Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Anac cancela 91% dos voos, mas garante que todos os estados terão ligação aérea

A nova malha começa a partir deste sábado e deve permanecer até o final de abril


postado em 27/03/2020 15:24 / atualizado em 27/03/2020 15:57

Aviões parados no aeroporto da Pampulha(foto: Alexandre Guzanshe/ EM/ D.A. Press)
Aviões parados no aeroporto da Pampulha (foto: Alexandre Guzanshe/ EM/ D.A. Press)
Para evitar a paralisação total do setor de aviação, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou, nesta sexta-feira (27), a malha aérea das principais empresas de aviação brasileiras que vão funcionar em meio à pandemia do coronavírus.

A nova escala emergencial diminuiu em 91,61% a quantidade de voos prevista por semana, passando de 14.781 para 1.241 viagens. A nova distribuição de voos começa neste sábado (28/3) e está prevista até o fim de abril.

O número de cidades atendidas diminuiu em 56,06%. Neste novo planejamento, as companhias Gol, Azul e Latam vão atender 46 localidades, sendo elas as capitais dos 26 estados, Distrito Federal e outras 19 cidades do país. 

Segundo o diretor-presidente da Anac, Juliano Noman, a nova malha pretende “ajudar o país a superar este cenário sem precedentes, permitindo o deslocamento de materiais, profissionais de saúde e das pessoas que ainda precisam viajar”. 

A região Sudeste vai receber 723 voos; Nordeste, 153; Sul, 155; Centro-Oeste 135; e a região Norte, 75.
 
* Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram
 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade