Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Indicador Antecedente da FGV e Conference Board sobe 1% em dezembro


postado em 16/01/2020 17:53

O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (IACE) subiu 1,0% em dezembro ante novembro, atingindo 119,7 pontos, o maior nível da série histórica, iniciada em 1996. O indicador é publicado em parceria do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) e The Conference Board (TCB).

Das oito séries componentes do IACE, sete contribuíram positivamente para a evolução do índice, com as maiores contribuições do Índice de Expectativas da Indústria e do Índice Bovespa.

O Indicador Coincidente Composto da Economia Brasileira (ICCE), que mensura as condições atuais da economia, avançou 0,10% no período, para 105,1 pontos, também alcançando um patamar recorde na série histórica.

"O resultado do ICCE em dezembro demonstra o padrão de crescimento moderado que caracteriza a atual fase de ciclo econômico. Por sua vez, o IACE sugere a continuidade deste ciclo ao longo dos próximos meses", avalia o economista Paulo Picchetti, do Ibre/FGV.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade