Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Indústria acumula avanço de 2,4% em três meses de elevações, revela IBGE


postado em 04/12/2019 10:20

A alta de 0,8% na produção industrial em outubro ante setembro fez o setor acumular uma expansão de 2,4% nos últimos três meses. Os resultados são da Pesquisa Industrial Mensal - Produção Física, divulgados nesta quarta-feira, 4, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A indústria já tinha avançado 0,3% em setembro e 1,3% em agosto. Uma sequência de crescimento na indústria por três meses seguidos não era vista desde os últimos meses de 2017, lembrou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.

O bom desempenho interrompe um comportamento errático que a atividade industrial vinha apresentando desde 2018, avaliou Macedo.

"Tem melhora no ritmo da produção sim", afirmou o pesquisador do IBGE, acrescentando que a recuperação tem sido puxada pela fabricação de bens de consumo.

Revisões

O IBGE informou também nesta quarta-feira que revisou o resultado da produção industrial em agosto ante julho, de uma alta de 1,2% para aumento de 1,3%.

Na categoria de bens de capital, a taxa de setembro ante agosto passou de -0,5% para -0,4%, enquanto o resultado de agosto ante julho saiu de -0,3% para alta de 0,1%. O desempenho de julho ante junho saiu de -0,3% para -0,1% e o de junho ante maio foi revisto de -0,3% para -0,8%.

A taxa dos bens de consumo duráveis em setembro ante agosto foi revista de 2,3% para 2,8%, enquanto a de agosto ante julho passou de -1,4% para -1,0%.

O desempenho dos bens de consumo semi e não duráveis em setembro ante agosto passou de 0,5% para 0,8%, e a taxa de agosto ante julho saiu de -0,1% para -0,2%.


Publicidade