Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

PMI industrial sobe de 52,2 em outubro para 52,9 em novembro, diz IHS Markit


postado em 02/12/2019 10:48

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial do Brasil subiu de 52,2 em outubro para 52,9 em novembro na série com ajuste sazonal, informou nesta segunda-feira, 2, a IHS Markit. É o segundo crescimento mais intenso na margem dos últimos nove meses, atrás apenas do observado em setembro. Um PMI acima de 50 pontos indica uma melhora no ambiente de negócios na comparação com o mês anterior.

Em nota à imprensa, a IHS Markit afirmou que o PMI industrial "engrenou uma marcha mais rápida em novembro, com um aumento robusto na demanda sustentando taxas mais fortes de expansão nos volumes de novos negócios, produção e compra de insumos".

A empresa ressaltou que o fortalecimento da demanda interna sustentou o crescimento da produção, que avançou pelo quarto mês consecutivo e no ritmo mais intenso desde março de 2018.

"Impulsionados pela recuperação na quantidade de novos pedidos provenientes do mercado interno, que foi melhor do que a observada no mês passado, os produtores de mercadorias aumentaram a produção da maneira mais significativa em quase um ano e meio", pontua a economista da Markit, Pollyanna de Lima, no comunicado.

Por outro lado, as exportações industriais caíram no ritmo mais rápido desde o final de 2016 e foram o principal destaque negativo da divulgação. Segundo a Markit, a retração foi puxada pela demanda contida dos outros países latino-americano, com a desvalorização do real sendo incapaz de impulsionar as exportações.

Os volumes de estoques também apresentaram queda marginal em novembro, com as reservas de mercadorias de pré-produção e produtos finais apresentando leve retração. A demanda mais forte por insumos, por outro lado, fez com que os preços dos produtos aumentassem em meio à taxa de câmbio desfavorável.


Publicidade