Publicidade

Estado de Minas

Belo-horizontinos devem gastar em média R$ 102 por presente no Natal deste ano

Pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte mostra também que população prefere compras em lojas de rua


postado em 27/11/2019 17:49

Em shopping, os fregueses planejam gastar R$ 115,91 por presente de Natal(foto: Leandro Couri/EM/D. A. Press)
Em shopping, os fregueses planejam gastar R$ 115,91 por presente de Natal (foto: Leandro Couri/EM/D. A. Press)
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) divulgou, nesta quarta-feira, uma pesquisa referente ao consumo no período natalino deste ano na capital de Minas Gerais. Os números são interessantes para o comércio, que passa a ter boas perspectivas para o fim de 2019.
 
Segundo os números, o consumidor de BH gastará, em média, R$ 102 com cada presente de Natal. O número deste ano apresenta aumento de 16,2% em relação ao valor individual gasto em 2018.
 
Quanto ao local das compras, as lojas de rua encabeçam a preferência dos consumidores. Isso porque, comparado a outros lugares de compra, a rua tem os preços mais acessíveis. A pesquisa mostra que os clientes pretendem gastar, em média, R$ 87,71 nesses centros comerciais.
 
Já em shopping, os fregueses se imaginam gastando R$ 115,91. Pela internet, o valor é ainda maior segundo a pesquisa, já que os consumidores pretendem gastar R$ 142,11 em média.
 
O preço é o fator fundamental para 90,3% dos consumidores adquirirem algum produto. Outro ponto influencia na compra dos clientes é o bom atendimento, que foi tema em 41,1% das respostas. respostas. Agilidade no atendimento (17,7%), promoções e sorteios (10,3%), qualidade do produto (5,7%), ambiente agradável (3,4%) e formas e prazos de pagamento (1,7%) também foram citados. Já o para a maioria (53,1%) dos entrevistados, o atendimento ruim é o ponto chave para não se comprar um produto.
 

Amigo oculto? Não, obrigado

 
Segundo a pesquisa, o amigo oculto está fora de cogitação. Mais da metade dos consumidores (64%) não pretende participar de nenhum amigo oculto neste fim de ano. Entre os que desejam participar (36%), a maioria (61,9%) deve participar de apenas um amigo oculto e pretende comprar presentes com um valor médio de R$ 56,75.
 
Para a pesquisa, foram entrevistados 312 consumidores de Belo Horizonte entre os dias 4 e 20 de novembro.


Publicidade