Publicidade

Estado de Minas COMÉRCIO

Black Friday: descontos nos preços dos doces para alegrar a semana

Na lista de promoções para a chamada Black Week, os chocolates devem atrair o consumidor com preços até 50% mais baixos e condições especiais para quem levar mais de um produto


postado em 26/11/2019 04:00 / atualizado em 26/11/2019 08:21

Linha de produção da Kopenhagen, que traz descontos de até 40% em algums itens(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press 16/1/18)
Linha de produção da Kopenhagen, que traz descontos de até 40% em algums itens (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press 16/1/18)
 
A semana da Black Friday – a chamada Black Week – se inicia com o anúncio de descontos e promoções de diversos setores do varejo. As grandes redes de lojas de chocolates não ficam de fora e prometem descontos de até 50% nos doces. O consumidor deve encontrar cortes nos preços de caixas de bombons e trufas, bem como condições especiais para quem comprar mais de um produto.

Na semana da megaliquidação, a Kopenhagen anuncia descontos de 30% e 40% na compra da primeira unidade de produtos da linha Língua de Gato e variações. Até 1º de dezembro, o pacote do chocolate de 170 gramas, que custa, normalmente, R$ 44,10, tem o preço anunciado de R$ 30,87, diferença de 30%. Enquanto a lata de bombom da linha Soul Good, que contém 160 gramas, deve custar R$ 34,93 durante a semana, contra o preço de tabela de R$ 49,90; desconto também de 30%. Já os pacotes de 300 gramas e 500 gramas da minitrufa de chocolate terão desconto de 40% sobre o valor do peso.
 
“A Black Week se tornou uma tradição no calendário dos brasileiros que amam promoção”, diz Maricy Gattai Porto, diretora de marketing do grupo CRM, controlador da marca de chocolates finos, que também tem a empresa Brasil Cacau, de cunho mais popular. A Kopenhagen tem 23 unidades em Minas Gerais, com 13 dessas em Belo Horizonte, entre lojas e quiosques.
 
Também até 1º de dezembro, a marca suíça de chocolates premium Lindt oferece desconto de 50% no segundo produto na compra de dois itens de mesmo preço e peso. A promoção, que não é cumulativa, é válida para todos os itens das linhas Lindor, Excellence e Creation, entre outras. Contudo, a condição especial não se estende para a linha de Natal nas lojas. Além disso, outros chocolates também serão vendidos pela metade do preço.
 

FLUXO


Para a diretora de marketing da Lindt, Natália José, a Black Friday já se tornou uma data importante para todo o varejo, e não só para setores como o de eletrônicos. “É um impulsionador de vendas de novembro”, afirma. De acordo com a executiva, as lojas da rede, que participam da campanha desde 2015, veem um aumento de fluxo e vendas com a data. Porém, ela afirma que é sempre um desafio atrair a atenção dos consumidores, o que não é diferente durante o período de liquidações. “Sem dúvida, algumas categorias e segmentos de maior desembolso ainda são os maiores beneficiados na data. Entretanto, sentimos que a procura tem aumentado por categorias não tradicionais”, comenta.
 
Em 2014, a multinacional Lindt & Sprüngli firmou uma joint venture no Brasil com o Grupo CRM. Das 43 lojas próprias da empresa no país, três unidades estão em Belo Horizonte.

* Estagiário sob a supervisão da subeditora Elizabeth Colares



Publicidade