Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Projeção da CNI para exportações em 2019 passa de US$ 238 bi para US$ 228,4 bi


postado em 11/10/2019 11:32

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) reduziu suas estimativas para o volume movimento no comércio exterior brasileiro em 2019. De acordo com o Informe Conjuntural do 3º trimestre, divulgado nesta sexta-feira, 11, a projeção para as exportações caiu de US$ 238 bilhões para US$ 228,4 bilhões, enquanto a projeção para as importações passou de US$ 190 bilhões para US$ 179,2 bilhões.

Mesmo com a redução esperada na corrente de comércio, as novas estimativas da CNI apontam para o saldo comercial maior, passando de US$ 48 bilhões para US$ 49,2 bilhões.

A entidade também revisou a projeção para o rombo nas transações correntes, de US$ 17 bilhões para US$ 28 bilhões em 2019. O câmbio médio para este ano passou de R$ 3,80 para R$ 3,90, sendo que a CNI espera um dólar médio de R$ 4,02 durante o mês de dezembro.

"As contas externas do Brasil começam a apresentar sinais de deterioração como consequência do cenário externo desfavorável e do baixo desempenho da economia doméstica", destaca o documento. "O fluxo de comércio global, que vem sendo comprometido pelos conflitos comerciais, mostra seus efeitos negativos também na balança comercial brasileira. Soma-se a isso a recessão da Argentina, acentuando o baixo desempenho nas exportações de manufaturados", completa a CNI.


Publicidade