Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Peso de Transportes será maior do que o de Alimentos no IPCA, mostra IBGE


postado em 11/10/2019 11:13

O grupo Transportes se tornará o principal componente da inflação oficial do País, superando a contribuição de Alimentação e Bebidas. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira, 11, a nova ponderação que servirá como base para o cálculo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) a partir da coleta de janeiro de 2020.

O peso do grupo Transportes passa de 21,9527% na ponderação anterior, referente à Pesquisa de Orçamentos Familiares de 2008/2009, para uma contribuição de 20,8377% na ponderação com base na POF de 2017/2018.

O peso do grupo Alimentação e Bebidas foi reduzido de 22,0828% para 18,9880%. A participação do grupo Habitação passou de 14,2752% para 15,1593%; Vestuário, de 6,2289% para 4,8010%; Artigos de Residência, de 5,4323% de 4,0215%; Saúde e cuidados pessoais, de 11,0797% para 13,4575%; Despesas Pessoais, de 9,1933% para 10,5972%; Educação, de 4,1811% para 5,9519%; e Comunicação, de 5,5740% para 6,1859%.


Publicidade