Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

BC: há demandas por conta em real por empresas de países no Mercosul


postado em 07/10/2019 15:25

O diretor de Regulação do Banco Central, Otavio Damaso, explicou que a proposta de novo marco cambial enviada pelo governo ao Congresso permite a manutenção de contas em reais no exterior para atender principalmente empresas que atuam nas fronteiras do Brasil com países do Mercosul. "Há demanda por contas em reais nesses locais, para transações no dia a dia", acrescentou.

Segundo Damaso, embora os planos para a conversibilidade do real tenham abrangência global, o Mercosul e a América Latina devem ser as regiões de maior interesse na moeda brasileira. "O projeto tira as amarras da legislação para possibilitar a conversibilidade do real", completou.

Damaso disse que o projeto de novo marco cambial terá impacto significativo na redução do custo de operações de exportação e outras transações em moeda estrangeira.

"Por exemplo, o custo de remessas de recursos para um filho no exterior deve cair bastante", citou. "Mas o impacto mais importante está na redução da burocracia para o comércio exterior", completou.

O diretor disse que os grandes exportadores hoje precisam manter departamentos grandes para atender à burocracia na prestação de informações, muitas vezes redundantes. "Vamos simplificar esse processo", garantiu.


Publicidade