Publicidade

Estado de Minas ECONOMIA

Governo pede para Podemos retirar destaque sobre pedágio


postado em 02/10/2019 15:15

O governo tenta derrubar novas tentativas de desidratar a reforma da Previdência para concluir a votação da proposta em primeiro turno no Senado. O líder do governo na Casa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), pediu ao Podemos para desistir de um destaque que retira da reforma as regras de transição e o pagamento de pedágio de 100% para aposentadoria de servidores.

Esse destaque, se aprovado, reduziria a economia da reforma em R$ 81,7 bilhões no período de dez anos. O governo se comprometeu em discutir o tema na apresentação de outra Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

A reforma da Previdência ainda precisa de um teste de fogo no plenário: o segundo turno, que é incerto, diante da insatisfação de senadores com a distribuição de recursos do megaleilão do petróleo a Estados e municípios.

Ao longo da sessão, integrantes da equipe econômica tentavam fazer com que o Podemos recuasse da tentativa, mas o partido avaliava se insistiria em levar o item para a votação.


Publicidade