Publicidade

Estado de Minas

Bettina, que diz ter ganhado R$ 1 milhão, pede desculpa em novo vídeo

A jovem disse que na versão curta do anúncio, que viralizou no início do ano, precisava ter ficado mais claro que houve outros aportes


postado em 02/10/2019 09:39 / atualizado em 02/10/2019 09:57


A jovem Bettina, que ficou famosa por um vídeo publicitário em que afirmava ter transformado R$ 1 mil em R$ 1 milhão em três anos apenas com os conselhos da Empiricus, reapareceu em novo vídeo nessa terça-feira, pedindo desculpas. 

Bettina disse que na versão curta do anúncio, que viralizou no início do ano, precisava ter ficado mais claro que houve outros aportes. 
"Ainda que eu tenha começado com pouco mais de R$ 1.000 - como de fato aconteceu -, e que eu tenha atingido mais de R$ 1 milhão em 3 anos - o que também aconteceu -, não foi um único investimento de R$ 1.000 o responsável por toda a evolução do meu patrimônio", disse ela.

Em seguida, Bettina pediu uma segunda chance ao espectador e diz que havia um botão de "saiba mais" no vídeo divulgado no começo do ano. "Depois de tudo isso, o que teria acontecido com você, se você tivesse apertado o botão "saiba mais" daquele meu anúncio", disse. Bettina afirmou também que ela e a Empiricus não "encheram o bolso" com a campanha original.

Sem garantia


No vídeo, Bettina ainda diz que, "uma coisa que precisa ficar clara: retornos passados não são garantia de rendimento futuro", uma das exigências básicas na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Segundo o novo vídeo, a Empiricus "deu vários passos no desenvolvimento do nosso departamento de compliance, que hoje é uma referência no mercado editorial brasileiro”. A empresa explica que o compliance é responsável por garantir o cumprimento de todas as leis, regras e regulamentos aplicáveis.

A jovem também informou que a Empiricus evoluiu em processos internos: "Nos aproximamos bastante dos reguladores, tanto do mercado editorial, como principalmente do mercado de capitais brasileiro, em suas diferentes instâncias" e que a empresa "adotou um modelo para exposição de alertas de risco de operações que vem sendo utilizado como referência para outros players do mercado", disse.

Em março deste ano, o  Procon-SP multou a Empiricus por veicular publicidade enganosa. Além do Procon, a empresa também entrou na mira da CVM. O órgão, que regula o mercado de capitais brasileiro, divulgou uma nota em 21 de março afirmando que a Empiricus não tem o aval da autarquia para fazer análises de valores mobiliários.

(foto: Reprodução / Youtube)
(foto: Reprodução / Youtube)




Publicidade